BR102012001954A2 - Âncora de fundação para uma máquina - Google Patents

Âncora de fundação para uma máquina Download PDF

Info

Publication number
BR102012001954A2
BR102012001954A2 BR102012001954-0A BR102012001954A BR102012001954A2 BR 102012001954 A2 BR102012001954 A2 BR 102012001954A2 BR 102012001954 A BR102012001954 A BR 102012001954A BR 102012001954 A2 BR102012001954 A2 BR 102012001954A2
Authority
BR
Brazil
Prior art keywords
anchoring
foundation
frame
anchor
pipe
Prior art date
Application number
BR102012001954-0A
Other languages
English (en)
Other versions
BR102012001954B1 (pt
Inventor
Mayer Joachim
Original Assignee
Liebherr-Werk Biberach Gmbh
Priority date (The priority date is an assumption and is not a legal conclusion. Google has not performed a legal analysis and makes no representation as to the accuracy of the date listed.)
Filing date
Publication date
Priority to DE102011009592A priority Critical patent/DE102011009592A1/de
Priority to DE102011009592.6 priority
Application filed by Liebherr-Werk Biberach Gmbh filed Critical Liebherr-Werk Biberach Gmbh
Publication of BR102012001954A2 publication Critical patent/BR102012001954A2/pt
Publication of BR102012001954B1 publication Critical patent/BR102012001954B1/pt

Links

Classifications

    • BPERFORMING OPERATIONS; TRANSPORTING
    • B66HOISTING; LIFTING; HAULING
    • B66CCRANES; LOAD-ENGAGING ELEMENTS OR DEVICES FOR CRANES, CAPSTANS, WINCHES, OR TACKLES
    • B66C23/00Cranes comprising essentially a beam, boom, or triangular structure acting as a cantilever and mounted for translatory of swinging movements in vertical or horizontal planes or a combination of such movements, e.g. jib-cranes, derricks, tower cranes
    • B66C23/18Cranes comprising essentially a beam, boom, or triangular structure acting as a cantilever and mounted for translatory of swinging movements in vertical or horizontal planes or a combination of such movements, e.g. jib-cranes, derricks, tower cranes specially adapted for use in particular purposes
    • B66C23/26Cranes comprising essentially a beam, boom, or triangular structure acting as a cantilever and mounted for translatory of swinging movements in vertical or horizontal planes or a combination of such movements, e.g. jib-cranes, derricks, tower cranes specially adapted for use in particular purposes for use on building sites; constructed, e.g. with separable parts, to facilitate rapid assembly or dismantling, for operation at successively higher levels, for transport by road or rail
    • EFIXED CONSTRUCTIONS
    • E02HYDRAULIC ENGINEERING; FOUNDATIONS; SOIL SHIFTING
    • E02DFOUNDATIONS; EXCAVATIONS; EMBANKMENTS; UNDERGROUND OR UNDERWATER STRUCTURES
    • E02D27/00Foundations as substructures
    • E02D27/32Foundations for special purposes
    • E02D27/44Foundations for machines, engines or ordnance
    • FMECHANICAL ENGINEERING; LIGHTING; HEATING; WEAPONS; BLASTING
    • F16ENGINEERING ELEMENTS AND UNITS; GENERAL MEASURES FOR PRODUCING AND MAINTAINING EFFECTIVE FUNCTIONING OF MACHINES OR INSTALLATIONS; THERMAL INSULATION IN GENERAL
    • F16MFRAMES, CASINGS OR BEDS OF ENGINES, MACHINES OR APPARATUS, NOT SPECIFIC TO ENGINES, MACHINES OR APPARATUS PROVIDED FOR ELSEWHERE; STANDS; SUPPORTS
    • F16M5/00Engine beds, i.e. means for supporting engines or machines on foundations

Abstract

"âncora de fundaçâo para uma máquina". a presente invenção refere-se a um dispositivo de ancoragem para ancorar uma máquina, em particular um guindaste, em uma fundação, 5 com uma armação de ancoragem quadrada para prender a máquina, pela qual a armação de ancoragem é conectada em cada um dos seus pontos de canto por pelo menos um cano de seção quadrada em pelo menos uma contraplaca, onde pelo menos um elemento de tração pode ser inserido através do cano de seção quadrada para ancoragem destacável da armação de an- 1 o coragem com a contraplaca ou contraplacas.

Description

(54) Título: ÂNCORA DE FUNDAÇÃO PARA
UMA MÁQUINA (51) Int. Cl.: F16M 5/00 (30) Prioridade Unionista: 27/01/2011 DE 10 2011 009 592.6 (73) Titular(es): LIEBHERR-WERK BIBERACH GMBH (72) Inventor(es): JOACHIM MAYER (74) Procurador(es): DANNEMANN, SIEMSEN, BIGLER & IPANEMA MOREIRA (57) Resumo: ÂNCORA DE FUNDAÇÃO PARA UMA MÁQUINA. A presente invenção refere-se a um dispositivo de ancoragem para ancorar uma máquina, em particular um guindaste, em uma fundação, 5 com uma armação de ancoragem quadrada para prender a máquina, pela qual a armação de ancoragem é conectada em cada um dos seus pontos de canto por pelo menos um cano de seção quadrada em pelo menos uma contraplaca, onde pelo menos um elemento de tração pode ser inserido através do cano de seção quadrada para ancoragem destacável da armação de an1 O coragem com a contraplaca ou contraplacas.
Figure BR102012001954A2_D0001
1/14
Relatório Descritivo da Patente de Invenção para ÂNCORA DE FUNDAÇÃO PARA UMA MÁQUINA.
A presente invenção refere-se a um dispositivo de ancoragem para ancorar uma máquina, em particular um guindaste, em uma fundação.
A estabilidade necessária para a operação correta de uma máquina em geral depende da extensão das forças exercidas, por exemplo, pressão forças de tração ou torção, bem como uma ancoragem da máquina no solo. A introdução ideal das forças que ocorrem na localização da máquina aumenta a estabilidade e, portanto também a carga possível que pode * 10 ser colocada na máquina.
A ancoragem de uma torre de guindaste em uma fundação de ·% concreto no local, por exemplo, tem que levar as forças que ocorrem de uma torre de guindaste para dentro da fundação. As forças compressivas são ' normalmente levadas para dentro da fundação por meio das superfícies de contato de pressão correspondentes. As forças de tração aplicáveis devem então também ser levadas para dentro da fundação tanto por meio destas superfícies de contato, mas então na direção oposta, ou por meio de elementos de tração adicionais.
Uma ampla faixa de soluções já está disponível para a possível 20 ancoragem de guindastes de torre giratória conhecidos em uma fundação de concreto fornecida no local. Provavelmente, a solução mais comum envolve o uso de pés de ancoragem, normalmente referidos como âncoras de fundação, que são posicionadas e alinhadas antes que o concreto da fundação seja despejado, e então fundi-los permanentemente depois que o reforço de concreto está completo. No entanto, fundir as âncoras de fundação citadas na fundação de concreto significa que não podem ser usadas novamente, na medida em que os pés podem ser liberados somente a partir da fundação a um custo exorbitante. O método de ancoragem todo, portanto não é somente complicado, mas também dispendioso.
Uma alternativa consiste no uso de elementos de ancoragem que são conectados na torre do guindaste e então conectados com a fundação no local de construção para fornecer a resistência à tração exigida. Pa2/14 rafusos de alvenaria ou hastes roscadas são em geral usados para este propósito. Estes elementos são então em geral dados como perdidos, na medida em que não é possível removê-los de modo que não podem ser usados novamente.
A tarefa da presente invenção consiste, portanto, em fornecer um dispositivo de ancoragem com uma condução de forças segura para dentro da fundação, cuja construção e instalação é menos suscetível a falhas, e que assegura a minimização de custos necessários.
A tarefa citada é solucionada pela combinação dos aspectos da j, 10 reivindicação 1.
Consequentemente, o dispositivo de ancoragem consiste em % uma armação de ancoragem quadrada para prender a máquina, pela qual a armação de ancoragem é conectada em cada um dos seus cantos com pelo menos uma contraplaca por pelo menos um cano, em particular um cano de seção quadrada. Para cada ponto de canto, pelo menos um elemento de tração pode ser levado da armação de ancoragem através do cano/cano de seção quadrada para a contraplaca e pode ser ancorado de modo destacável com esta.
Em princípio, quaisquer elementos do tipo tubo podem ser usa20 dos para os canos. O uso de um cano de seção quadrada prova ser particularmente vantajoso, no entanto, e é usado por toda a seção seguinte da descrição. A invenção, no entanto, não é restrita a isto por qualquer meio.
O uso de pelo menos dois, em particular de exatamente quatro elementos de tração por ponto de canto ou por contraplaca é também con25 cebível. A instalação de um tubo de seção quadrada por elemento de tração é vantajosa.
Para fornecer ancoragem, o concreto líquido é primeiro despejado para formar a fundação. A armação de ancoragem se encontra na superfície da fundação de concreto assentado, onde o cano de seção quadrada e a contraplaca são fundidos completamente dentro da fundação. A armação de ancoragem serve aqui principalmente para levar as forças compressivas para dentro da fundação, onde as forças de tração são levadas para dentro
3/14 da fundação por meio dos elementos de tração e a contraplaca presa no solo.
Todas as conexões de mancai de carga entre a máquina e a fundação permanecem acessíveis e substituíveis mesmo depois que a má5 quina foi instalada. O uso do cano de seção quadrada fundido permite a remoção posterior dos elementos de tração depois que a máquina foi removida, de modo que podem ser usados novamente para propósitos de ancoragem. A armação de ancoragem pode novamente também ser usada completamente para propósitos de ancoragem.
Uma modalidade alternativa para a solução da tarefa citada consiste no dispositivo de ancoragem de acordo com a combinação característica da reivindicação 2. Consequentemente, o dispositivo de ancoragem rei- ' vindicado para a ancoragem de uma máquina, em particular um guindaste, em uma fundação tem pelo menos dois, em particular quatro, elementos de ancoragem para prender a máquina, onde cada elemento de ancoragem compreende uma placa de retenção na fundação que é conectada por pelo menos um cano, em particular um cano de seção quadrada.com pelo menos uma contraplaca, onde pelo menos um elemento de tração pode ser levado através do cano de seção quadrada para a ancoragem destacável do ele20 mento de ancoragem com a(s) contraplaca(s).
Por exemplo, exatamente quatro elementos de ancoragem são usados como um dispositivo de ancoragem para a ancoragem de quatro pontos de canto de uma peça de torre de guindaste.
O uso de pelo menos dois, em particular de exatamente quatro, elementos de tração por elemento de ancoragem ou por placa de retenção/contraplaca é também concebível. A instalação de um cano de seção quadrada por elemento de tração é vantajosa.
Para fornecer ancoragem, o concreto líquido é despejado em torno dos elementos de ancoragem permanentes para formar a fundação. As placas de retenção se encontram na superfície da fundação de concreto assentado, onde os canos de seção quadrada e a contraplaca são fundidos completamente na fundação. Os elementos de ancoragem servem aqui para
4/14 levar as forças de compressão para dentro da fundação, onde as forças de tração são levadas para dentro da fundação por meio dos elementos de tração e a contraplaca presa no solo.
Todas as conexões de mancai de carga entre a máquina e a 5 fundação permanecem acessíveis e substituíveis mesmo depois que a máquina foi instalada. O uso da seção quadrada integrante permite a remoção posterior dos elementos de tração depois que a máquina foi removida, de modo que estes possam ser usados novamente para propósitos de ancoragem. As placas de retenção podem também ser usadas novamente comple10 tamente para propósitos de ancoragem.
A placa de retenção pode de preferência ter pelo menos um ressalto vertical no lado superior da placa de retenção e/ou um retentor de res— - salto vertical no lado superior da placa de retenção adequado para a fixação da máquina, em particular, de uma peça de torre.
Modalidades vantajosas adicionais do dispositivo de ancoragem de acordo com a reivindicação 1 e a modalidade alternativa de acordo com a reivindicação 2 são o assunto das reivindicações dependentes 4 a 10.
Vantajosamente, um ou mais elementos de tração são executados como parafusos de cabeça de martelo que podem ser conectados de modo destacável com a armação de ancoragem/placas de retenção bem como a contraplaca. A cabeça de martelo é vantajosamente presa na extremidade de parafuso de cabeça de martelo na contraplaca.
A conexão correta de pelo menos um parafuso de cabeça de martelo com a contraplaca é de preferência obtida por um formato adequado da superfície de contato na contraplaca. A cabeça de martelo pode ser posicionada corretamente, por exemplo, pela provisão de um guia na contraplaca na forma de uma ranhura. A montagem do dispositivo é assim menos suscetível a erros. O posicionamento correto da cabeça de martelo é assegurado pela marcação correspondente na extremidade superior do parafuso de cabeça de martelo.
Para reforçar a contraplaca, uma ou mais placas adicionais são dispostas na contraplaca. Um reforço especialmente eficaz pode ser obtido
5/14 de preferência pelo uso de pelo menos uma placa adicional de aço de resistência maior. Em particular, a área de contato dos elementos de tração, de preferência da cabeça de martelo, com a contraplaca é reforçada.
Pode ser vantajoso instalar pelo menos uma cobertura para pro5 teger pelo menos um elemento de tração na contraplaca. A cobertura de preferência protege pelo menos uma área parcial do elemento de tração contra o concreto despejado para criar a fundação a fim de assegurar que o elemento de tração permaneça móvel e destacável. De preferência, a área em torno da cabeça de martelo deve ser protegida pela cobertura. É também * 10 vantajoso executar pelo menos uma cobertura como uma cobertura de metal laminado posicionada na contraplaca.
? Para ajuste de altura exato do dispositivo de ancoragem é vanta— 'joso ter pelo menos um ajustador ou dispositivo de ajuste disposto, em parti5 cular, na contraplaca. O uso de pelo menos um parafuso de ajuste em pelo menos uma contraplaca é especialmente preferível.
Vantajosamente, a forma geométrica das superfícies de contato inferiores da armação de ancoragem ou das placas de retenção é executada de tal maneira que concretagem livre de falhas das juntas na fundação é possível. Isto é de preferência obtido pela execução não horizontal das su20 perfícies de contato.
Além disso, é vantajoso fornecer uma ou mais aberturas no concreto nas áreas de contato citadas da armação de ancoragem/placas de retenção. As aberturas fornecem acesso à interface entre a armação de ancoragem/placas de retenção e a fundação de concreto para permitir, em parti25 cular, a conexão de um dispositivo de consolidação ou vibração.
A presente invenção é compreendida ainda de uma armação de ancoragem ou um elemento de ancoragem que pode ser usado em um dispositivo de ancoragem de acordo com um dos aspectos acima mencionados. A armação de ancoragem ou o elemento de ancoragem obviamente tem as mesmas propriedades e vantagens que o dispositivo de ancoragem, que é o motivo de dispensar qualquer explicação adicional neste ponto.
Em uma modalidade especialmente preferida da invenção, a ar6/14 mação de ancoragem pode ser desarmada, dobrada, dividida, desmontada ou de outro modo ajustada de modo que a largura de transporte padrão permissível possa ser observada durante o transporte rodoviário.
A estabilização da armação de ancoragem durante o transporte 5 rodoviário ou durante a montagem é de preferência assegurada por uma braçadeira destacável. De preferência, uma ou mais barras transversais/braçadeiras diagonais podem ser encaixadas. Antes, a máquina é montada na armação de ancoragem, a(s) braçadeira(s) é (são) removida(s) e, quando aplicável, arrumada e presa em um retentor fornecido para este pro10 pósito na armação de ancoragem.
Seria também possível integrar um ou mais auxiliares de fixação para o reforço de aço da fundação nas partes do dispositivo a serem fundi-das no concreto, em particular nos elementos de tração ou nas contraplacas.
Uma modalidade vantajosa adicional da invenção refere-se ao 15 dimensionamento e resistência do cano, que é executado de tal maneira que pode ser comprimido suficientemente quando o elemento de tração, por exemplo, o parafuso de cabeça de martelo, está sendo pré-tensionado. O objetivo é comprimir o cano de tal maneira que existe pressão suficiente em ter o lado superior da placa e o lado superior do concreto. A resistência do cano deve, é claro, ser selecionada de tal maneira que possa tirar o peso morto do elemento de ancoragem e do elemento de torre montado neste.
A invenção refere-se ainda a um guindaste estacionário, em particular um guindaste de torre giratória com um dispositivo de ancoragem ou uma armação de ancoragem/elemento de ancoragem de acordo com uma das modalidades descritas acima.
A invenção ainda se refere a um método para a ancoragem de uma máquina em uma fundação de concreto com a ajuda do dispositivo de ancoragem de acordo com a invenção. De acordo com a invenção, o dispositivo de ancoragem pode ser completamente pré-montado em uma localiza30 ção no local ou fora do local antes de ser concretada, e é então posicionada e alinhada no local antes da fundação ser despejada.
A montagem do dispositivo de ancoragem e a ancoragem sub7/14 sequente da máquina são substancialmente menos suscetíveis a erros, e os custos incorridos para o processo de ancoragem são mantidos em um mínimo. A possibilidade de pré-montagem completa assegura acesso livre de problema para todos os elementos de ancoragem principais.
Quando o trabalho com a máquina está terminado, a armação de ancoragem/placas de retenção e os elementos de tração podem ser completamente removidos dá fundação de concreto e usados novamente para ancorar a máquina em outra localização.
O posicionamento preciso do dispositivo de ancoragem inteiro é 10 consideravelmente simplificado pelo uso de uma armação de ancoragem. Um gabarito ou montagem provisória de uma peça de torre não é absolutamente necessário neste caso. Quando os elementos de ancoragem individuais estão sendo usados, um gabarito é usado como um auxiliar ou uma peça de torre, em particular, o pé de mastro de um guindaste de torre é montado nas placas de retenção para assegurar o encaixe preciso. Quando a armação de ancoragem ou os elementos de ancoragem foram corretamente posicionados, o ajuste preciso de altura do dispositivo de ancoragem é de preferência obtido com a ajuda do elemento de ajuste acima mencionado no lado de baixo da contraplaca.
Para consolidar o concreto entre as superfícies de contato da armação de ancoragem/placas de retenção e a fundação concreta, um dispositivo de consolidação, em particular um tubo vibrador, é de preferência conectado. O dispositivo de consolidação pode ser vantajosamente conectado nas aberturas nas superfícies de contato da armação de ancora25 gem/placas de retenção.
Para criar um contato resistente à compressão entre a armação de ancoragem/placas de retenção e o concreto assentado, uma argamassa especial é de preferência aplicada para assegurar o enchimento livre de falha da cavidade entre a armação de ancoragem/placas de retenção e o concreto.
Vantagens adicionais e propriedades da invenção são explicadas em detalhe com a ajuda do exemplo de modalidade mostrado nas figuras como segue:
8/14 '1*» a figura 1 é uma armação de ancoragem de acordo com a invenção em uma vista lateral em perspectiva;
a figura 2 é uma armação de ancoragem de acordo com a invenção com elementos de ancoragem montados em uma vista lateral em perspectiva;
a figura 3 é uma armação de ancoragem de acordo com a invenção com peça de torre de guindaste montada em vista lateral;
a figura 4 é um dispositivo de ancoragem de acordo com a invenção, visto de baixo;
a figura 5 é uma seção do dispositivo de ancoragem ao longo do eixo de seção AA da figura 4;
a figura 6 é uma vistas detalhada aumentada do dispositivo de ancoragem de acordo com a invenção vista de cima;
a figura 7 é uma vista detalhada da contraplaca em uma vista la15 teral em perspectiva; e a figura 8 é uma modalidade alternativa possível do dispositivo de ancoragem com elementos de ancoragem individuais.
A seção seguinte descreve uma modalidade de acordo com a invenção do dispositivo de ancoragem para um guindaste de torre giratória.
A ancoragem da torre de guindaste em uma fundação de concreto no local é desenhada para direcionar as forças de compressão e tração que surgem para dentro da fundação.
A figura 1 mostra a armação de ancoragem quadrada 10 do dispositivo de ancoragem 100 de acordo com a invenção. A estrutura da arma25 ção é basicamente um quadrado, onde a armação 10 é vantajosamente encaixada com o formato da peça de grade 200 do guindaste de torre giratória a ser preso. A estrutura da armação consiste em quatro elementos laterais horizontais basicamente similares, as barras 40, que são conectadas indiretamente em ângulos retos pelos blocos de ancoragem 45. Cada bloco de ancoragem 45 tem uma estrutura retangular ou consiste em uma placa espessa, onde a superfície de base inferior, também referida como a placa de ancoragem 60, assenta na fundação de concreto (não mostrada aqui). A su9/14 perfície superior 50 tem retentores adequados para a fixação do pé do mastro de um guindaste de torre giratória. No diagrama mostrado, o lado longo dos blocos de ancoragem 45 na armação de ancoragem 10 é geometricamente disposto em torno de 45° com o alinhamento axial das barras 40.
O ângulo depende da disposição geométrica da peça de conexão de guindaste respectiva.
O desenho geométrico especial das superfícies de contato inferiores, isto é, das placas de ancoragem 60, permite a concretagem livre de falha da junta na fundação. Em particular, as placas de ancoragem 60 po10 dem ser executadas de modo não horizontal para este propósito.
Para prender e servir como um conduto para os elementos de tração, existem quatro aberturas ou perfurações 51 na superfície superior 50 dos blocos de ancoragem 45.
A figura 2 mostra um dispositivo de ancoragem completo 100. 15 Os parafusos de cabeça de martelo 70 são usados como elementos de tração. Estes se estendem em uma direção axial verticalmente às superfícies 50, 60 dentro da fundação de concreto na direção da contraplaca mostrada 30 a fim de transferir as forças de tração que surgem dentro da fundação. A cabeça de martelo 72 é posicionada no lado de baixo da contraplaca 30, e a extremidade do parafuso 71 se projetando no bloco de ancoragem 45 é fixada com a ajuda da porca 73. Para cada bloco de ancoragem 45 existem quatro parafusos de cabeça de martelo 70 se estendendo da contraplaca respectiva 30 para a placa de ancoragem 45.
A possibilidade da desmontagem completa dos parafusos de ca25 beça de martelo 70 usados depois do trabalho com o guindaste ter terminado é assegurada pelo cano de seção quadrada 20 integrado entre os blocos de ancoragem 45 e as contraplacas 30. Para proteger contra o concreto despejado, cada parafuso de cabeça de martelo 70 se estende em uma direção axial através do cano de seção quadrada 20 na direção da contraplaca
30.
A figura 3 mostra o dispositivo de ancoragem 100 com a peça de grade 200 de um guindaste de torre giratória no lugar. A peça de grade 200
10/14 é conectada por meio da conexão roscada 210, onde os pontos de canto da peça de grade 200 são aparafusados nos pontos de parafuso respectivos dos blocos de ancoragem 45.
Na condição pré-montada como mostrada, o dispositivo de anco5 ragem 100 pode ser transportado para o local de desdobramento respectivo e posicionado e alinhado precisamente no buraco da fundação no local.
Cada contraplaca 30 tem um parafuso de ajuste 35 para ajuste e nivelamento de altura do dispositivo de ancoragem 100. Um ou mais auxiliares de fixação para o reforço de aço da fundação podem ser fornecidos nas âncoras, em particular nos tubos de seção quadrada 20, e nas contraplacas 30. Para remover a ancoragem depois que o guindaste terminou a operação, a armação de ancoragem 10 e os parafusos de cabeça de martelo 70 podem ser completamente destacados da fundação. Somente os canos de seção quadrada 20 e as contraplacas 30 permanecem na fundação e não podem mais ser reutilizados para a ancoragem de um guindaste.
A figura 4 mostra o dispositivo de ancoragem pré-montado 100 como visto a partir de baixo. Para cada contraplaca 30 existem quatro condutos simetricamente dispostos para os parafusos de cabeça de martelo 79, especialmente para as cabeças de parafuso 72.
A figura 5 mostra uma seção transversal ao longo da linha de seção AA mostrada na figura 4, O parafuso de cabeça de martelo 70 é levado na direção axial do bloco de ancoragem 45 através do tubo de seção quadrada 20 para a contraplaca 30. A posição correta da cabeça de martelo 72 na superfície de contato inferior da contraplaca 30 é assegurada pelo guia correspondente na contraplaca 30. Vantajosamente, é fornecida uma ranhura para limitar o possível movimento da cabeça de martelo 72. A extremidade superior do parafuso 71 é claramente marcada para indicar a posição correta da cabeça de martelo 72.
A contraplaca 30 pode ser adicionalmente reforçada na área da superfície de contato de cabeça de martelo por uma placa adicional 31 de aço de resistência maior. Analogamente, a placa adicional 31 tem um guia correspondente na forma de uma ranhura para a cabeça de martelo 72.
11/14 [\ cabeça de martelo 72 abaixo da contraplaca 30 é protegida do concreto despejado pela cobertura de metal laminado 21.
A figura 6 mostra uma vista detalhada do bloco de ancoragem 45 como visto a partir de cima. O desenho mostra claramente a marcação mencionada acima para a posição correta da cabeça de martelo 72 na extremidade do parafuso 71. A extremidade superior do parafuso de cabeça de martelo 71 tem uma fenda longitudinal 74 que assume o alinhamento mostrado quando a posição de cabeça de martelo está correta.
Devido às aberturas mostradas, as placas de ancoragem 60 dos « 10 blocos de ancoragem 45 permitem o acesso ao fundamento de concreto abaixo da superfície de contato. Em particular, as aberturas permitem a inserr ção de um tubo vibrador para consolidar o concreto da fundação abaixo das placas de ancoragem 60.
s As aberturas podem também ser usadas para criar um contato resistente à compressão entre a armação de ancoragem 10 ou as placas de ancoragem 60 e a superfície de concreto assentado da fundação. Para este propósito, uma camada intermediária de argamassa especial pode ser introduzida através das aberturas a fim de assegurar o enchimento livre de falha da cavidade entre as placas e o concreto.
A figura 7 mostra uma vista em detalhe em perspectiva da contraplaca 30. A contraplaca 30 é mostrada com parafusos de cabeça de martelo montados 70, onde o parafuso de cabeça de martelo 70 à direita superior no plano do desenho é mostrado sem a construção de metal laminado 21 para cobrir a cabeça de martelo 72. O parafuso de ajuste 35 para ajuste de altura do dispositivo de ancoragem de acordo com a invenção pode ser também visto.
Opcionalmente, a armação de ancoragem 10 de acordo com a invenção pode ser dividida, isto é desmontada, por exemplo, para agir de acordo com as larguras de transporte padrão permissíveis para transporte rodoviário. Para assegurar a perpendicularidade da armação de ancoragem 10, uma braçadeira é encaixada durante a instalação. Antes da torre de guindaste ser encaixada, esta braçadeira é removida e pode ser arrumada e
12/14 presa em um retentor fornecido no dispositivo de ancoragem.
Uma modalidade alternativa da invenção é mostrada nas figuras
8a a 8c. As figuras mostram formas de modalidade diferentes de um elemento de ancoragem individual 500, 501, 502. Para ancorar o guindaste de torre, quatro elementos de ancoragem individuais 500, 501, 502 sem uma armação são usados. A construção dos elementos de ancoragem 500, 501, 502 mostrados varia somente na execução diferente das placas retentoras 600, 601, 602.
De outro modo, o desenho dos elementos de ancoragem 500, 10 501, 502 é amplamente o mesmo que a modalidade de acordo com as figuras 1 a 7. Os componentes que são os mesmos têm números de referência idênticos. Para uma descrição detalhada, é feita referência às figuras 1 a 7, que é porque somente uma breve recapitulação da construção é fornecida aqui.
Quatro canos de seção quadrada 20 se deslocam de cada placa retentora 600, 601, 602 para a contraplaca 30. Os parafusos de cabeça de martelo 70 são inseridos como elementos de tração que se estendem em uma direção axial verticalmente da placa de retentor 600, 601, 602 para dentro da fundação de concreto na direção da contraplaca mostrada 30 a fim de conduzir as forças de tração que surgem dentro da fundação. Para proteger contra o concreto despejado, cada parafuso de cabeça de martelo 70 se estende em uma direção axial através do cano de seção quadrada 20. A cabeça de martelo 72 é posicionada no lado de baixo da contraplaca 30 e a extremidade de parafuso 71 se projetando na placa de retenção 600, 601, 602 é fixada com a ajuda da porca 73. Cada contraplaca 30 tem um parafuso de ajuste 35 para ajuste de altura e nivelamento de cada elemento de ancoragem individual 500, 501, 502.
Alternativamente, em vez de uma contraplaca de junta 30, uma contraplaca separada podería ser fornecida para cada parafuso de cabeça de martelo 70 ou para cada cano de seção quadrada 20.
As placas retentoras 600, 601, 602 nas figuras 8a a 8c diferem na construção da fixação para a fixação dos elementos de ancoragem 500,
13/14
501, 502 em pontos de canto de uma peça de grade de guindaste. A fixação da peça de grade 200 na placa de retenção 600 na figura 8a é equivalente ao mecanismo da armação de ancoragem 10 como mostrado na figura 3. A peça de grade presa 200 é adequadamente fixada com a ajuda da cone5 xão roscada 210.
A figura 8b mostra uma modalidade alternativa com um retentor de ressalto 700 disposto no lado superior da placa de retenção 601 para aceitar um ressalto correspondente disposto verticalmente na placa de retenção 601. A peça de grade de um guindaste tem pelo menos um ressalto * 10 para este propósito em cada ponto de canto, que é inserido na cavidade dos i, retentores de ressalto 700.
$ Para ancoragem, duas paredes de retenção de ressalto opostas e o ressalto propriamente dito têm dois buracos 701 através dos quais um parafuso pode ser inserido perpendicular às paredes de retenção de ressal15 to. Para estabilizar o retentor de ressalto, para cada parede lateral dois elementos de estabilização 702 na forma de um triângulo são soldados na placa de retenção 601.
O princípio de fixação escrito acima pode também ser aplicado na ordem inversa dos componentes de conexão. No exemplo de modalidade mostrado na figura 8c, a placa de retenção 602 tem o ressalto 800, que pode ser inserido no retentor correspondente nos pontos de canto da peça de grade. O ressalto 800 tem os furos correspondentes 801 para a inserção do parafuso.
A estrutura geométrica dos dispositivos de ancoragem ou os componentes de ancoragem individuais de acordo com a invenção é em geral tal que os componentes individuais podem ser colocados para prémontagem em uma superfície horizontal sem quaisquer auxiliares adicionais para suportar ou prender. Todos dentre os pontos de agarre necessários para a manipulação das partes individuais, as unidade pré-montadas e a construção total durante o transporte e instalação no buraco de fundação são em geral fornecidos nos trabalhos.
O dispositivo de ancoragem de acordo com a invenção também
14/14 assegura a acessibilidade e substituição irrestrita de todos os elementos de conexão de mancai de carga entre a torre de guindaste e a fundação, em particular depois que a torre de guindaste foi instalada.
O dispositivo de ancoragem de acordo com a invenção assegura 5 a condução correta das forças de tração e compressão que surgem dentro da fundação, e permite a substituição e a desmontagem posterior e reutilização dos elementos de conexão.
1/3

Claims (13)

  1. REIVINDICAÇÕES
    1. Dispositivo de ancoragem para ancorar uma máquina, em particular um guindaste, em uma fundação, com uma armação de ancoragem quadrada para prender a máquina, pela qual a armação de ancoragem é co5 nectada em cada um dos seus pontos de canto por um cano, em particular um cano de seção quadrada, em pelo menos uma contraplaca, onde pelo menos um elemento de tração pode ser inserido através do cano para ancoragem destacável da armação de ancoragem com a contraplaca ou contraplacas.
  2. 2. Dispositivo de ancoragem para a ancoragem de uma máqui10 na, em particular um guindaste, em uma fundação com pelo menos dois, em particular, quatro elementos de ancoragem para prender a máquina, onde cada elemento de ancoragem compreende uma placa de retenção na fundação que é conectada por pelo menos um cano, em particular um cano de seção quadrada, com pelo menos uma contraplaca, onde pelo menos um
    15 elemento de tração pode ser inserido através do cano de seção quadrada para a ancoragem destacável do elemento de ancoragem com a contraplaca ou contraplacas.
  3. 3. Dispositivo de ancoragem, de acordo com a reivindicação 2, em que existe pelo menos um ressalto vertical e/ou um retentor de ressalto
    20 no lado superior da placa de retenção para fixar a máquina, em particular uma peça de torre.
  4. 4. Dispositivo de ancoragem, de acordo com qualquer uma das reivindicações anteriores, em que pelo menos um elemento de tração é um parafuso de cabeça de martelo.
    25 5. Dispositivo de ancoragem, de acordo com a reivindicação 4, em que o alinhamento correto de pelo menos um parafuso de cabeça de martelo é assegurado por um formato adequado da superfície de contato da contraplaca em particular por uma ranhura.
    6. Dispositivo de ancoragem, de acordo com qualquer uma das
    30 reivindicações anteriores, em que a contraplaca na área de contato do pelo menos um elemento de tração é reforçada por pelo menos uma placa adicional.
    2/3
    7. Dispositivo de ancoragem, de acordo com qualquer uma das reivindicações anteriores, em que pelo menos uma cobertura é fornecida na contraplaca para cobrir parte de pelo menos um elemento de tração, em particular para cobrir pelo menos uma cabeça de martelo.
  5. 5 8. Dispositivo de ancoragem, de acordo com qualquer uma das reivindicações anteriores, em que pelo menos um elemento de ajuste, em particular um parafuso de ajuste, é fornecido para o ajuste de altura do dispositivo de ancoragem, onde pelo menos um elemento de ajuste está de preferência localizado na contraplaca.
  6. 10 9. Dispositivo de ancoragem, de acordo com qualquer uma das reivindicações anteriores, em que uma ou mais das superfícies de contato da armação de ancoragem ou o elemento de ancoragem com a fundação têm uma ou mais aberturas que, em particular, são adequadas para a conexão de um dispositivo de consolidação.
    15 10. Dispositivo de ancoragem, de acordo com qualquer uma das reivindicações anteriores, e caracterizado pelo fato de que o pelo menos um cano é desenhado em termos de sua resistência e seu formato de tal maneira que pode ser comprimido quando o elemento de tração é pré-tensionado.
  7. 11. Armação de ancoragem ou um elemento de ancoragem para
    20 um dispositivo de ancoragem como definido em qualquer uma das reivindicações anteriores.
  8. 12. Armação de ancoragem, de acordo com a reivindicação 11, em que a armação pode ser desarmada, dobrada, dividida, desmontada ou ajustada.
    25
  9. 13. Armação de ancoragem, de acordo com a reivindicação 11 ou 12, em que pelo menos uma braçadeira, em particular uma barra transversal e/ou uma braçadeira diagonal pode ser encaixada para o transporte e/ou a montagem da armação e, quando aplicável, com pelo menos um retentor na armação para armazenamento intermediário de pelo menos uma
    30 braçadeira desmontada.
  10. 14. Guindaste estacionário, em particular um guindaste de torre giratória, com um dispositivo de ancoragem, como definido em qualquer uma
    3/3 das reivindicações 1 a 10, e/ou uma armação de ancoragem e/ou um elemento de ancoragem como definido em qualquer uma das reivindicações 11 a 13.
  11. 15. Método para a ancoragem de uma máquina em uma funda5 ção de concreto com um dispositivo de ancoragem como definido em qualquer uma das reivindicações 1 a 10, em que o dispositivo de ancoragem pode ser completamente pré-montado fora do local e então posicionado ou alinhado na localização de desdobramento antes da fundação ser despejada.
  12. 16. Método, de acordo com a reivindicação 15, em que a conso10 lidação do concreto entre as superfícies de contato da armação de ancoragem ou as placas de retenção e o concreto, um dispositivo de consolidação, em particular um tubo vibrador, pode ser conectado.
  13. 17. Método de acordo com a reivindicação 15 ou 16, em que uma camada intermediária, de preferência de argamassa especial, pode ser
    15 inserida através das aberturas na superfície de contato entre a armação de ancoragem/placa de retenção e o concreto assentado da fundação para garantir um contato resistente à compressão.
    1/4
    2/4 g
    &
    3/4
    4/4
    1/1
BR102012001954-0A 2011-01-27 2012-01-27 dispositivo de ancoragem para ancorar uma máquina, guindaste estacionário e método para a ancoragem de uma máquina em uma fundação de concreto BR102012001954B1 (pt)

Priority Applications (2)

Application Number Priority Date Filing Date Title
DE102011009592A DE102011009592A1 (de) 2011-01-27 2011-01-27 Fundamentverankerung für Arbeitsmaschine
DE102011009592.6 2011-01-27

Publications (2)

Publication Number Publication Date
BR102012001954A2 true BR102012001954A2 (pt) 2018-03-13
BR102012001954B1 BR102012001954B1 (pt) 2020-07-21

Family

ID=45560672

Family Applications (1)

Application Number Title Priority Date Filing Date
BR102012001954-0A BR102012001954B1 (pt) 2011-01-27 2012-01-27 dispositivo de ancoragem para ancorar uma máquina, guindaste estacionário e método para a ancoragem de uma máquina em uma fundação de concreto

Country Status (5)

Country Link
EP (1) EP2481853B1 (pt)
BR (1) BR102012001954B1 (pt)
DE (1) DE102011009592A1 (pt)
IN (1) IN2012DE00232A (pt)
RU (1) RU2583121C2 (pt)

Families Citing this family (6)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
EP3660311A3 (en) * 2014-07-25 2020-07-29 S.P.M. Flow Control, Inc. Power frame assembly for reciprocating pump
DE102014225336A1 (de) * 2014-12-09 2016-06-09 Wobben Properties Gmbh Turmdrehkran zum Errichten einer Windenergieanlage, sowie Verfahren zum Errichten des Turmdrehkrans
DE102015004828A1 (de) 2015-04-14 2016-10-20 Liebherr-Werk Biberach Gmbh Fundamentverankerung für Arbeitsmaschine
CN111573531A (zh) * 2020-05-29 2020-08-25 中国化学工程第三建设有限公司 塔吊标准节与预埋独立塔腿之间合缝的处理方法
CN111733863B (zh) * 2020-06-24 2021-08-31 江苏省宁强建设有限公司 用于基坑的塔吊基础及其施工方法
CN112211214A (zh) * 2020-09-16 2021-01-12 上海建工一建集团有限公司 一种梁板式塔吊基础结构的施工方法

Family Cites Families (7)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
DD203614A1 (de) * 1982-02-24 1983-10-26 Adolf Haenel Schwingungsgedaempfte grundplatte fuer maschinenaggregate
CH658277A5 (en) * 1982-06-07 1986-10-31 Hansruedi Meyer Method of producing a foundation for a stationary crane
SU1133357A1 (ru) * 1983-11-30 1985-01-07 Государственный проектный институт "Ленпроектстальконструкция" Узловое соединение фундамента с металлической колонной
US4660799A (en) * 1986-01-29 1987-04-28 Butland Edward H Load support structure
US5016338A (en) * 1988-09-21 1991-05-21 Rowan Jr Robert L Method for adjusting the vertical position of a frame on a foundation
GB2344755B (en) * 1998-12-18 2000-12-06 Few John Plinths
DE102009001883A1 (de) * 2009-03-26 2010-09-30 Voith Patent Gmbh Papiermaschinenbauteile

Also Published As

Publication number Publication date
EP2481853A1 (de) 2012-08-01
EP2481853B1 (de) 2016-03-30
BR102012001954B1 (pt) 2020-07-21
RU2012102750A (ru) 2013-08-10
DE102011009592A1 (de) 2012-08-02
RU2583121C2 (ru) 2016-05-10
IN2012DE00232A (pt) 2015-06-26

Similar Documents

Publication Publication Date Title
BR102012001954A2 (pt) Âncora de fundação para uma máquina
BRPI1105516A2 (pt) Método de instalação para gaiola de ancoragem e método de instalação para equipamento industrial
CN101280560B (zh) 格构柱组件及其安装方法
KR20130007502U (ko) 합벽 지지 장치 및 합벽 지지 장치의 발판 지지용 브라켓
KR100879615B1 (ko) 크레인 레일용 베이스판의 고정구 및 그 고정방법
JP2005023719A (ja) 軌条保持具及び該保持具を用いた軌条敷設方法
CN208917848U (zh) 基坑支护结构
JP4732915B2 (ja) 基礎の構築方法と装置及び構築用アンカーボルト支持装置
JP5013565B2 (ja) シース管を用いた柱脚用アンカーボルト定着方法
CN210194603U (zh) 一种空桩钢管柱定位装置
CN208792339U (zh) 一种基坑支护组件
JP2017020312A (ja) 鉄骨柱脚
JP2019112811A (ja) 主脚材据付方法およびアンカーフレーム据付治具
JP2012067441A (ja) アンカーボルトの設置方法
JP2009293198A (ja) 柱脚構造およびその施工方法
CN209308063U (zh) 水平可调节的铸铁平台及大型铸铁平台
JP2019088172A (ja) 太陽光発電パネルの架台用コンクリート型枠組立体及び当該型枠組立体を用いた架台の施工法
CN106013206A (zh) 钢管柱定位装置、钢管混凝土柱与桩基连接结构
CN109898519B (zh) 可转动基坑内支撑体系及基坑内支撑施工方法
JP4915653B2 (ja) アンカーボルトの位置出し治具
KR20190123408A (ko) 합벽지지대 고정장치
JP2004019303A (ja) アンカーボルト固定装置
JP2015055079A (ja) アンカーフレーム及びこれを用いたアンカー構造体の構築方法
CN202391077U (zh) 大面积弹性木地板龙骨固定卡具
JP2021071011A (ja) 基礎の施工方法及び基礎

Legal Events

Date Code Title Description
B150 Others concerning applications: publication cancelled
B03A Publication of an application: publication of a patent application or of a certificate of addition of invention
B06F Objections, documents and/or translations needed after an examination request according art. 34 industrial property law
B06U Preliminary requirement: requests with searches performed by other patent offices: suspension of the patent application procedure
B09A Decision: intention to grant
B16A Patent or certificate of addition of invention granted

Free format text: PRAZO DE VALIDADE: 20 (VINTE) ANOS CONTADOS A PARTIR DE 27/01/2012, OBSERVADAS AS CONDICOES LEGAIS.