PT92529B - Processo e aparelho para tratamento de agua - Google Patents

Processo e aparelho para tratamento de agua Download PDF

Info

Publication number
PT92529B
PT92529B PT92529A PT9252989A PT92529B PT 92529 B PT92529 B PT 92529B PT 92529 A PT92529 A PT 92529A PT 9252989 A PT9252989 A PT 9252989A PT 92529 B PT92529 B PT 92529B
Authority
PT
Portugal
Prior art keywords
chamber
water
reservoir
bubbles
basin
Prior art date
Application number
PT92529A
Other languages
English (en)
Other versions
PT92529A (pt
Inventor
Eivind Lygren
Original Assignee
Sunfish Ltd As
Priority date (The priority date is an assumption and is not a legal conclusion. Google has not performed a legal analysis and makes no representation as to the accuracy of the date listed.)
Filing date
Publication date
Priority to NO88885455A priority Critical patent/NO885455L/no
Application filed by Sunfish Ltd As filed Critical Sunfish Ltd As
Publication of PT92529A publication Critical patent/PT92529A/pt
Publication of PT92529B publication Critical patent/PT92529B/pt

Links

Classifications

    • CCHEMISTRY; METALLURGY
    • C02TREATMENT OF WATER, WASTE WATER, SEWAGE, OR SLUDGE
    • C02FTREATMENT OF WATER, WASTE WATER, SEWAGE, OR SLUDGE
    • C02F3/00Biological treatment of water, waste water, or sewage
    • C02F3/02Aerobic processes
    • C02F3/12Activated sludge processes
    • C02F3/22Activated sludge processes using circulation pipes
    • C02F3/223Activated sludge processes using circulation pipes using "air-lift"
    • AHUMAN NECESSITIES
    • A01AGRICULTURE; FORESTRY; ANIMAL HUSBANDRY; HUNTING; TRAPPING; FISHING
    • A01KANIMAL HUSBANDRY; CARE OF BIRDS, FISHES, INSECTS; FISHING; REARING OR BREEDING ANIMALS, NOT OTHERWISE PROVIDED FOR; NEW BREEDS OF ANIMALS
    • A01K63/00Receptacles for live fish, e.g. aquaria; Terraria
    • A01K63/04Arrangements for treating water specially adapted to receptacles for live fish
    • A01K63/042Introducing gases into the water, e.g. aerators, air pumps
    • CCHEMISTRY; METALLURGY
    • C02TREATMENT OF WATER, WASTE WATER, SEWAGE, OR SLUDGE
    • C02FTREATMENT OF WATER, WASTE WATER, SEWAGE, OR SLUDGE
    • C02F3/00Biological treatment of water, waste water, or sewage
    • C02F3/02Aerobic processes
    • C02F3/06Aerobic processes using submerged filters
    • CCHEMISTRY; METALLURGY
    • C02TREATMENT OF WATER, WASTE WATER, SEWAGE, OR SLUDGE
    • C02FTREATMENT OF WATER, WASTE WATER, SEWAGE, OR SLUDGE
    • C02F3/00Biological treatment of water, waste water, or sewage
    • C02F3/02Aerobic processes
    • C02F3/12Activated sludge processes
    • C02F3/20Activated sludge processes using diffusers
    • Y02W10/15

Description

MEMORIA DESCRITIVA presente invento refere-se a um processo de tratamento de água, particularmente, água para utilização em viveiros de criação de peixes. Mais expl ici tamente., o presente, invento refere-se a um processo para tratamento de água, compreendendo a aerificação da água a ser tratada e provocando-lhe a circulação para uma câmara, num reservatório adjacente de volume consideravelmente maior do que o da câmara e o retorno para a câmara, produzindo a dita aerificação, bolhas que actuam para formar uma espuma, contendo impurezas dissolvidas, na superfície da água na câmara, e a remoção da dita espuma da câmara ã medida que se forma.
Um tal processo é descrito na patente Norueguesa n°. 58 996. De acordo com esta patente a circulação da água é proporcionada por uma bomba de água externa, em que também é adicionado ar para aerificação da água, antes da água ser ejectada para uma parte superior da câmara, aproximadamente por debaixo da espuma formada pelas bolhas de ar.
Aqui, deve ser, geralmente, verificado que o tratamento de água baseado na elevação de bolhas de ar na água, realiza-se por meio de dois fenómenos ou mecanismos estritamente distintos, designados por flutuação e adsorção física, respectivamente, que, dependendo da dimensão das bolhas, tratam de diferentes formas de impurezas na água. Assim, a flutuação é utilizada para remover material orgânico e inorgânico em partículas suspensas na água, enquanto que a adsorção física extrai substâncias orgânicas e inorgânicas dissolvidas na água.
A flutuação utiliza a capacidade das partículas suspensas de virem à superfície de um liquido. Para que isto aconteça, a densidade das partículas tem de ser inferior à do liquido ou elas têm de ser capazes de ser elevadas até à superfície pelas bolhas de gás, encerrando ou aderindo ao material que assenta como um depósito de lama no topo da água de onde pode ser removida. Contudo, a superfície da água tem de estar relativamente calma, senão, de outro modo a lama desintegrar-se-á.
PG/ML/62534
-3Nai adsorção física, compostos polarizados dissolvidos na água, associados com as bolhas de ar que os trazem para a superfície;, são recolhidos numa espuma de bolhas volumosa que é facilmente removida.
Q processo de flutuação usa bolhas de ar com um tamanho na garna de cerca de 0,03 mm até cerca de 0,12 mm, enquanto que o processo de adsorção física é mais eficaz com bolhas com um tamanho à volta dos 0,8 mm.
Normalmente, as bolhas de ar para a flutuação são produzidas pela dissolução de ar na água que está submetida a uma pressão de várias atmosferas e depois aliviando-se a pressão para formar lentamente, bolhas de ar que se elevam, com o tamanho das bolhas atrás referidas, devido à supersaturação. Como um exemplo desta técnica de flutuação é referida na patente SE N2. 169 561 que se baseia na utilização de bombas, válvulas, tubos de água e câmaras de pressão. Ainda com relação à criação de peixes, este método de flutuação convencional envenenará a água se se usar ar como meio gasoso, uma vez que a água tornar-se-á supersaturada de azoto gasoso.
As bolhas de ar utilizadas na adsorção física são produzidas normalmente, por um difusor de ar, isto é, um tubo, mangueira ou semelhante, tendo paredes permeáveis ao ar, colocado no fundo de uma coluna de água poluída. Para uma descrição mais detalhada da adsorção física, faz-se referência ao livro Seawater Aquariurns por Stephen Spotte, John Wiley &- Sons, 1979, pág. 208-217.
Um estudo mais detalhado da descrição da patente Norueguesa NQ. 58 996, anterior, tornará mais explicito que, embora não esteja mencionada directamente nela, baseia-se obviamente na adsorção física de substâncias dissolvidas, em vez da flutuação de; partículas. Assirn, menciona que, as bolhas na superfície da espuma rebentam facilmente e a espuma colapsa, o que é típico para uma espuma formada através de adsorção física com bolhas grandes; e ainda que as bolhas de ar pequenas (que poderiam causar flutuação) são consideradas como um problema e por conseguinte, deveriam ser removidas por meio de um filtro de
356
PG/ML/62534
-4esponja na câmara, enquanto que o material de partículas é removido por um filtro mecânico exterior. Adicionalmente, o facto da água ser ejectada para a câmara próxima da superfície da água, causará ã superfície da água uma turbulência destruindo qualquer efeito de flutuação que possa ocorrer. Consequentemente, está descrito na patente que a espuma tem de ser rapidamente removida para evitar que as impurezas retornem à água. (A adsorção física ao contrário da adsorção química é um processo reversível, utilizando ligações fracas como aquelas formadas pelas forças de Van der Waals). Por conseguinte este processo de tratamento de água, anterior, que de acordo com a patente, foi proposto à mais de 50 anos atrás, não produ2 água que satisfaça a procura dos modernos viveiros de criação em larga escala de peixes, uma vez que o tempo de retenção de material em partículas no sistema é demasiado longa, enquanto que o material também se acumula facilmente nos reservatórios dos peixes. Adicionalmente, também se acumulará amoníaco no sistema.
objectivo do presente invento de tratamento de água melhorado, que o processo anterior, de acordo com mencionada, também dá um resultado qualidade da água.
é proporcionar um processo além de ser mais barato que a patente Norueguesa atrás de longe melhor, quanto à
Este objectivo é alcançado por um processo como mencionado na introdução, caracterizado por se provocar aerificação e circulação por meio de um difusor de ar localizado perto do fundo da câmara, para produzir bolhas, na mesma, com um tamanho substancialmente na gama de 0,03 mm a 1 mm, sendo as bolhas de maior tamanho eficazes para a formação da dita espuma, no topo da câmara, transferindo as restantes bolhas de pequeno tamanho, conjuntamente com partículas, para o reservatório, arrastadas pelo fluxo de·. água para formarem, na superfície da água no reservatório, uma lama flutuante contendo partículas de impurezas e remover a dita lama do reservatório.
Assim, centrariamente ao que acontece no processo anterior da patente Norueguesa, de acordo com o presente invento o material em partículas é removido continuamente à medida que se
356
PG/ML/62534 /·, s tf
-5forma, não sendo permitido desintegrar-se ou acumular-se nos tanques ou reservatórios de peixes.
As vantagens adicionais comparadas com a técnica anterior acima, é a eliminação da necessidade de qualquer bomba mecânica para circular a água ou para pressurizar a água de modo a causar a flutuação. Também, a camada de água no topo de reservatório, no qual a lama de flutuação que contém as impurezas é formada, não está sujeita a turbulência que interfere com o processo de flutuação. Ao permitir que a camada de água do topo, na câmara, flua para um reservatório consideravelmente maior, adjacente, o efeito de flutuação é optimizado sob as condições calmas de fluxo que prevalecem no recipiente e preferivelmente, a lama de flutuação não é removida até que atinja o outro lado do recipiente em oposição à câmara.
Numa concretização preferida do processo de acordo com o invento, a água na câmara é obrigada a fluir para cima, através de um meio de filtro biológico (biofiltro) actuando adicionalmente para remover a matéria orgânica dissolvida na água e para transformar o amónio em nitrato. (0 último efeito é o mais importante neste caso, uma vez que, como explicado acima, a matéria orgânica dissolvida é removida através de adsorção fisica). Adicionalmente, o amoníaco é removido pelo biofiltro.
Admitindo que, utilizando um tal biofiltro em ligação com instalações de tratamento de água, não é um conceito novo, em que o depósito no filtro, ao alcançar uma determinada espessura, é fragmentado em fraeções ou fragmentos pequenos ou grandes, que são arrastados no fluxo de água para assentarem em parte, no fundo de um recipiente adequado ou semelhante, do qual possam ser removidos da água conjuntamente com outras partículas estranhas assentes. Contudo, numa instalação convencional 70-90¾ da capacidade do biofiltro é usada para decompor a matéria orgânica dissolvida, enquanto que 10-30¾ é usada para remover amónio. Também, algum do material fragmentado tende a resistir a assentar e por conseguinte flui com a água descarregada para o recipiente, ou tem como resultado uma qualidade de água inferior nos tanques de peixes. Ao utilizar um biofiltro em combinação com os
356
PG/ML/62534
-6processos de adsorção e flutuação anteriormente descritos, de acordo com o invento, a maior parte da capacidade do biofiltro é utilizada para remover amónio e consequeritemente o tamanho do filtro pode ser reduzido consideravelmente. Adicionalmente, o efeito de limpeza do filtro é obtido, sem a necessidade de um recipiente, separado de assentamento, uma vez que todo o material que é destacado do filtro será arrastado no fluxo ascendente de agua e consequentemente recolhido na espuma e na lama de flutuação que é removida num estágio posterior.
tratamento de água por meio de difusores de ar , do tipo usado no invento é conhecido per se, mas apenas tendo em vista a oxigenação e a libertação de gases indesejáveis tais como COg e azoto gasoso e para fragmentar a manta de crescimento no biofiltro. Exemplos de biofiltração convencional são também encontrados nas Patentes SE N2s. 169 561, 442 744, 386 658 e 382 321. Contudo nenhuma destas patentes sugere a utilização da biofiltração, numa combinação vantajosa com outro processo de tratamento de água, tal como no presente invento.
invento ê baseado na ideia de que, a utilização de um difusor de ar, particular, de um tipo conhecido per se, que produz bolhas de ar com um tamanho variando numa gama relativamente larga, resultará na adsorção fisica para além da oxigenação, libertação de gases e o desprendimento da manta de crescimento, proporcionar enquanto que o a circulação de difusor também água desejada.
serve para Numa versão biofiltro, devido ao preferida do invento, em que a água é feita fluir através de um biofiltro, o difusor tende, automaticamente, a reduzir a carga no no que respeita â decomposição da matéria orgânica efeito de adsorção física e proporciona também a remoção, desejada, da manta de crescimento no biofiltro. 0 vazamento da água da câmara para um reservatório maior, resulta na vantagem adicional de que, também, os fragmentos de poluição que são retirados do biofiltro serão arrastados no fluxo de água natural e flutuarão no recipiente permitindo que os fragmentos sejam removidos pela técnica de represa convencional , em vez de ter de se bombear a água para uma unidade de processamento
356 PG/NL/62534
separada, para separação, isto é, por assentamento ou filtração mecânica. Isto, por sua vez, resulta numa necessidade de energia para bombagem inferior, cio que numa instalação cies tratamento de água convencional, baseada em processos separados com a bombagem de água entre os vários processos. Também deveria ser mencionado aqui que, a eficácia de tratamento alcançada pela flutuação, neste tipo de partículas (partículas de rnanta dei crescimento e partículas orgânicas esmagadas de tamanho pequeno) é extremamente elevada em comparação com sedimentação convencional, e um reservatório de sedimentação fazendo algo semelhante ao mesmo trabalho, teria de ser normalmente 10-20 vezes maior. Assim o invento proporciona um sistema de tratamento de água simples, eficaz e compacto, consistindo basicamente numa única unidade de processamento, com investimentos e custos operacionais excepcionalmente baixos, comparados com os sistemas de tratamento de água, anteriores, do tipo mais recente baseado no uso normal de processos de unidades dispostos sequencialmente.
As instalações de tratamento de água de recirculação, para a criação de peixes usadas até agora, são baseadas normalmente, em unidades separadas para biofi1 tração, oxigenação, libertação de CO2 e azoto gasoso e separação de partículas através de malhas de filtro mecânicos ou por sedimentação. Os custos para a instalação de tais instalações são muito altos e o consumo de energia devido à bombagem é relativamente grande. Como um exemplo típico de viveiro de criação de peixes por recirculação deste tipo, o maior da Europa (construído em Farsund, Noruega 1985-86) tendo um volume efectivo de reservatório de peixes, de 1000 rrT , custou 28 milhões de coroas norueguesas e precisa de um consumo de energia de cerca de 300-400 kW para operação.
Em comparação um viveiro baseado no presente invento, que até ao presente está a ser construído com um volume de recipiente 3 de peixes, eficaz de 2500 m (isto é, cerca de 2,5 vezes maior do que o dito viveiro anterior) custará cerca de 11 milhões de coroas norueguesas e tem um consumo de energia de aproximadamente de 50 kW.
invento também compreende um aparelho para realizar o /7
356
PG/ML./62534 processo de acordo com o invento reivindicações da patente anexas.
como def inido
Um íxemplo do invento detalhadamente com referência ser a aos agora descr i to mais desenhos parcialínente esquemáticos-, apensos em que:
a Figura 1 é uma vista em planta de um viveiro de engorda de rodovalho baseado no processo e viveiro de acordo com o invento, e a Figura 2 é uma vista em corte transversal e em escala ampliada, de um viveiro pela linha II-II da figura 1.
viveiro ilustrado na figura 1 é convencionalmente composto de agua, por quatro reservatórios ou tanques cheios substancialmente idênticos e rectangulares, compreendendo cada um uma unidade de engorda independente. Associada a cada recipiente 2, está uma câmara, geralmente marcada com o número 4, situada num dos lados compridos do recipiente. Na concretização como ilustrada, a câmara 4 está definida lateralmente por uma parede longa e duas paredes de extremidade do reservatório e uma parede divisória impermeável 6, longitudinal e independente. Contudo, se desejado, pode ser definida por quatro paredes separadas, independentes das paredes do recipiente. A superfície superior e inferior da parede divisória 6 estão espaçadas da extremidade superior e do fundo, respectivamente, do reservatório 2, de modo que, a câmara 4, comunica com o reservatório 2, no topo bem como no fundo do mesmo.
Disposto no fundo da câmara 4 está, de acordo com uma configuração importante constituído, por exemplo, difusor de ar 8, cujas do invento, um por vários tubos ou mangueiras, paredes estão munidas com um grande número de aberturas ou poros capazes de produzirem bolhas de ar numa gama de cerca de 0,03 mm as aber turas da parede do difusor isto é, 0,1 - 0,3 u, requerindo normalmente que o ar ventilado através delas seja pré-filtrado de modo a evitar a obstrução das aberturas ou poros. Como um exemplo de um difusor bem adaptado para ser usado com o invento, até cerca de 1 mm. Assim, deveriam ser microscópicas,
356 PG/ML/62534
-9faz-se referência àquele vendido sob o nome comercial Oxyflo, comercializado por Gardenf.ee da Suécia, entre outros, que consiste em fibras de polietileno orientadas e esticadas, ligadas entre si de modo aleatório.
Preferivelmente, a câmara 4 é cheia com um meio de filtro biológico 12 (indicado pelas linhas cruzadas nos desenhos) mantida no lugar por membros de suporte 10, por exemplo, na forma de uma rede. A área de superfície do meio de filtro 12, deveria ser tão grande quanto possível relativamente ao seu volume, tendo em vista o crescimento microbiológico. Preferivelmente o meio de filtro 12, é de um tipo que incorpora canais intereruzados, prolongando-se para cima, (sistema de fluxo cruzado) de modo a assegurar condições que promovam a adsorção física, para evitar que a bolhas de ar mais pequenas se liguem ao meio de biofiltro, e para assegurar o fornecimento de água e de ar a todas as partes do filtro. Como um exemplo de um meio de filtro adequado, faz-se referência ao produto vendido sob a marca comercial “Munters fornecido pela AB Cari Munters, Suécia ou Terrapac fornecido pela Terracon, R.F.A..
A finalidade do reservatório 2 é parcialmente para proporcionar um tempo de retenção para a água suja, suficiente para assegurar um processo de flutuação eficaz, parcialmente para fins de efeitos de bioprocessamento e parcialmente para servir como um tanque de engorda, etc·.. 0 volume do reservatório dependerá cias características de qualidade da água, da concentração de assentamento desejada, etc., e tem de ser dimensionada individualmente para cada caso separado. A sua forma dependerá na finalidade, quer o reservatório esteja no exterior quer no interior, em construções existentes ou se o processo é para ser realizado em reservatórios existentes, etc.. Assim, embora a forma do reservatório 2, ilustrado nos desenhos, seja rectangular é também possível, utilizar, por exemplo, uma configuração circular, em que a câmara 4, também, normalmente, seria circular e disposta centralmente no recipiente. Quando utilizado para tratamento intermo de água, na criação de peixes, o recipiente de água 2, normalmente, funcionará como um tanque de
PG/ML/625.34
-10críaçao.
forma da nitrato, oxigenam a água oxigénio, um de a
De modo algo simplificado, o que acontece na câmara 4 é como se segue.
Devido ao difusor de ar 8, é bombeada água poluída com baixo nível de oxigénio (por meio do principio bomba marnrnut ou bomba de ar) do fundo do recipiente 2 sob a parede divisória 6 e para o fundo da. câmara 4. A água passa através da câmara e proporciona alimentação para uma flora de microrganismos na superfície do meio de filtro 12. Esta flora de microrganismos converte a matéria orgânica dissolvida, biodegradável, numa manta de crescimento na superfície do meio e transforma amónio para a As bolhas de ar microscópicas do difusor 8, e proporcionam um grande abastecimento de à flora de microrganismos e a manta de crescimento quando o último alcança uma determinada espessura. (Um grande abastecimento de oxigénio e espessura limitada da manta de crescimento são factores essenciais, de modo a alcançar crescimento microbiológico máximo). A adsorção fisica compostos orgânicos dissolvidos é obtida (de acordo com literatura referenciada, mencionada na introdução, muito eficazmente em bolhas com um tamanho de 0,8 mm) para formar uma espuma de bolhas 14 contendo substâncias dissolvidas a partir da água. A espuma 14 é conduzida por gravidade para um canal 15 como indicado pela seta SI e, é então, descarregada da instalação para tratamento de lama, adicional. 0 fluxo ar-água, forte, assim formado (que fragmenta a manta de crescimento e que contém também as partículas de impurezas que são deixadas no fundo, como indicado pela seta V na figura 2) conterá também uma grande percentagem de bolhas tendo um tamanho óptimo para flutuação (0,03 - 0,120 mm). Mesmo dentro da câmara bolhas, ligar-se-ão ao material em partículas bolhas diminutas remanescentes fluirão com partículas e água para o reservatório 2. No último reservatório as bolhas diminutas remanescentes ligar-se-ão ao material de 13 e, adicionalmente, no recipiente algumas dessas enquanto que as cor rente de partículas condições existem as hidráulicas, calmas, ideais para a flutuação, de
356 PG/ML/62534
impurezas, que que, devido fluirá para um se formarão por fim numa lama de ao fluxo natural de água no lugar onde pode ser retirada em
2, da partículas de; flutuação 16 reservatório, camadas por técnicas de represa como indicado pela seta 52. Quando o fluxo de água (proporcionado pelo efeito de bombagem de bolhas de ar) alcançar a superfície da parede no reservatório seguirá a parede, para baixo, para o fundo (ver fig. 2) e mesma maneira, retornará ao longo do fundo de retorno para a entrada da câmara 4 sob a parede divisória 6. Este fluxo de fundo recolherá as partículas que assentam no fundo e trazem-nas para a câmara 4, na qual as mesmas, devido ao processo descrito acima, serão finalmente incorporadas na lama de flutuação. Dever-se-á verificar que devido à adsorção física de substâncias orgânicas dissolvidas, será possível uma redução considerável no tamanho do biofiltro, uma vez que a carga no biofiltro será reduzida. Como anteriormente explicado, é usado, normalmente 70-90¾ da capacidade do biofiltro para fragmentar a matéria orgânica, enquanto que somente 10-30¾ é usado para transformar amónio em nitrato.
Na sua totalidade, um certo número de fenómenos biológicos e físico-químicos, interactuam-se neste processo e proporcionam um resultado combinado de tratamento, que até agora nenhuma unidade de processamento anterior foi capaz de proporcionar.
Este invento é aplicável, virtualmente, em todos os tipos de água em que é desejado remover matéria orgânica, instável, biológica decomponível, matéria orgânica dissolvida não decomponível partículas orgânicas e/ou partículas inorgânicas suspensas (mesmo sendo assentamento )
Além disso estas microscópicas e de difícil , o processo transforma o composto de amónio tóxico para a forma de nitrato mais não tóxica. A água não deveria bactérias.
contudo, conter qualquer composto tóxico para tratamento de água de acordo com invento, é adequado para o tratamento de água externo ou interno em viveiros de criação de peixe no tratamento de águas de esgotos municipais e industriais.

Claims (6)

  1. RΕIV I ND I C AÇO E S
    1 - Processo para tratamento de água compreendendo:
    a aerificação da ãgua a ser tratada e obrigar a mesma a circular para uma câmara, para um reservatório adjacente de volume consideravelmente maior do que o da câmara e retornar à câmara, actuando as bolhas que produzem a dita aerificação para formarem uma espuma contendo impurezas dissolvidas na superficie da água na câmara e a remoção da dita espuma da câmara à medida que a mesma é formada, caracterizado por compreender os passos de:
    provocar a dita aerificação e circulação por meio de um difusor de ar localizado perto da câmara, produzindo bolhas na mesma de um tamanho substancialmente na gama de 0,03 mm a 1 mm, sendo as bolhas de maior tamanho efectivas na formação da dita espuma no topo da câmara, transferir as restantes bolhas de pequeno tamanho conjuntamente com partículas para o reservatório, arrastadas pelo fluxo de água para formar, na superfície da água no reservatório, uma lama flutuante contendo impurezas em partículas, e remover a dita lama do reservatório.
  2. 2 - Processo de acordo com a reivindicação 1, caracterizado por compreender o passo de obrigar a água a fluir através de. um meio de biofiltro disposto na dita câmara.
  3. 3 - Processo de acordo com as reivindicações 1 ou 2, caracterizado por se remover a dita lama flutuante perto da extremidade do reservatório oposta à câmara.
  4. 4 - Aparelho para realizar o processo, de acordo com as reivindicações 1 a 3, pra tratamento de água, compreendendo uma câmara de topo aberta (4), um reservatório (2) com um volume substancialmente maior do que o da câmara (4) separado da dita câmara por uma parede divisória (6), meios para circulação de água a ser tratada através da dita câmara, meios (8) para a
    70 356 PG/NL/62534
    -13aerificação da água fluindo através da câmara e meios (15) para remoção, da superfície da água na câmara, da espuma formada pelas bolhas de ar maiores, produzidas pelos meios de aerificação, caracterizado por os ditos meios de aerificação serem um difusor de ar (8) colocado no fundo da dita câmara (4) e adaptado para produzir bolhas de ar de um tamanho substancialmente na gama de 0,03 mm a 1 mm, comunicando a dita câmara (4) com o reservatório (2) adjacente nos seus topo e fundo, e por compreender meios (16) para remoção de impurezas em partículas da superfície da ãgua no reservatório.
  5. 5 - Aparelho de acordo com a reivindicação 4, caracterizado por o dito difusor de ar (8) ser uma mangueira tendo aberturas de poro de 0,1 - 0,3 pm.
  6. 6 - Aparelho de acordo com as rei vindicaçóes 4 ou 5, caracterizado por o dito meio de biofiltro (12) ser do tipo tendo canais prolongando-se para cima e entrecruzados.
PT92529A 1988-12-08 1989-12-07 Processo e aparelho para tratamento de agua PT92529B (pt)

Priority Applications (1)

Application Number Priority Date Filing Date Title
NO88885455A NO885455L (no) 1988-12-08 1988-12-08 Fremgangsmaate og anordning for rensing av vann.

Publications (2)

Publication Number Publication Date
PT92529A PT92529A (pt) 1990-06-29
PT92529B true PT92529B (pt) 1995-08-09

Family

ID=19891501

Family Applications (1)

Application Number Title Priority Date Filing Date
PT92529A PT92529B (pt) 1988-12-08 1989-12-07 Processo e aparelho para tratamento de agua

Country Status (14)

Country Link
US (1) US5160620A (pt)
EP (1) EP0448597B1 (pt)
JP (1) JPH04503323A (pt)
AT (1) AT102899T (pt)
AU (1) AU634509B2 (pt)
CA (1) CA2004817C (pt)
DE (1) DE68913992T2 (pt)
ES (1) ES2051006T3 (pt)
FI (1) FI100794B (pt)
GR (1) GR1001156B (pt)
NO (2) NO885455L (pt)
PT (1) PT92529B (pt)
WO (1) WO1990006288A1 (pt)
YU (1) YU46596B (pt)

Families Citing this family (21)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
US5500119A (en) * 1991-09-18 1996-03-19 Jenelle; Ernest M. Submerged fixed media for nitrification
US5316668A (en) * 1992-12-22 1994-05-31 Jet, Inc. Wastewater treatment plant and apparatus
GB2282592A (en) * 1993-08-19 1995-04-12 Copa Products Ltd Effluent treatment
NO180744C (no) * 1994-02-07 1997-06-11 Puraq As Fremgangsmåte og anordning for rensing av vann
DE4407734C1 (de) * 1994-03-08 1995-04-20 Buck Chem Tech Werke Verfahren zur Reinigung und Wiederverwendung von tensidhaltigen Abwässern
FR2718732A1 (fr) * 1994-04-14 1995-10-20 Aqua Tech Procédé de traitement pour l'amélioration de la qualité de l'eau contenue dans un lac et installation pour la mise en Óoeuvre dudit procédé.
US5891711A (en) * 1995-06-07 1999-04-06 Matrix Environmental Technologies, Inc. Bioremediation apparatus for the removal of volatile organic compounds in hydrocarbon contaminated vapors
US5792362A (en) * 1996-09-05 1998-08-11 Ruggles, Ii; Arthur E. Method and apparatus for cleaning swimming pools
US6168712B1 (en) * 1998-05-06 2001-01-02 Kenko Sangyo Co., Ltd. Apparatus for the biological treatment of waste fluid from the coating process
DE19847027A1 (de) * 1998-10-13 2000-04-20 United Food Engineering Gmbh Becken zur Fischaufzucht oder Intensivmast von Fischen
AT409623B (de) * 1999-04-28 2002-09-25 Aquaconsult Anlagenbau Gmbh Flotationsanlage
NO20014797L (no) 2001-10-03 2003-04-04 Eco Farm As Fremgangsmåte og anordning for behandling av vann i landbasert oppdrettsanlegg
US20040102069A1 (en) * 2002-11-21 2004-05-27 Singeetham Shiva P. Hydraulic connector
US7008539B2 (en) * 2003-05-14 2006-03-07 University Of Utah Research Foundation Submerged ammonia removal system and method
US6942788B1 (en) 2003-05-29 2005-09-13 Pentair Pump Group, Inc. Growth media wastewater treatment reactor
US20060180546A1 (en) * 2005-02-15 2006-08-17 William L. Stuth, Sr. Wastewater treatment system and method
EP1829827A1 (de) * 2006-03-03 2007-09-05 LINDE-KCA-Dresden GmbH Verfahren zur biologischen Reinigung von Abwässern mit simultanem Abbau von organischen und stickstoffhaltigen Verbindungen
US7465394B2 (en) 2006-09-05 2008-12-16 Aeration Industries International, Inc. Wastewater treatment system
AU2009330013A1 (en) 2008-12-22 2011-07-14 University Of Utah Research Foundation Submerged system and method for removal of undesirable substances from aqueous media
FR2984873B1 (fr) * 2011-12-21 2014-01-24 Phyto Plus 6 Bioreacteur aerobie a culture fixee immergee destine au traitement d'effluents domestiques comportant une rampe d'aeration amovible
US9675942B1 (en) 2013-10-15 2017-06-13 Aeration Industries International, LLC. Universal bridge and wall mounted aeration apparatus

Family Cites Families (13)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
US1139024A (en) * 1915-04-02 1915-05-11 Leslie C Frank Process of purifying sewage or other wastes and apparatus therefor.
US1700723A (en) * 1925-07-22 1929-01-29 Imhoff Karl Aerated contact filter for sewage treatment
US2360812A (en) * 1941-09-18 1944-10-17 Dorr Co Inc Purification of liquids
US3224964A (en) * 1961-04-03 1965-12-21 Fuller Co Apparatus and process for biological purification of waste water containing foam forming substances
US3966608A (en) * 1974-03-01 1976-06-29 Ecodyne Corporation Liquid treatment apparatus
GB1442547A (en) * 1974-04-24 1976-07-14 Ishigaki Mech Ind Apparatus for treating waste water
JPS6134877B2 (pt) * 1982-04-07 1986-08-09 Kyoritsu Juki Kogyo Kenkyusho Kk
US4563277B1 (en) * 1982-10-18 1996-08-27 Environmental Dynamics Inc Apparatus for aerating and mixing waste water
US4599174A (en) * 1984-02-27 1986-07-08 Polybac Corporation Submerged fixed film biological treatment system
DE3619757A1 (de) * 1986-06-12 1987-12-17 Metz Mannheim Gmbh Fischbecken zur intensiv-fischmast und verfahren zum betrieb eines derartigen fischbeckens
DE3643931A1 (de) * 1986-12-22 1988-07-07 Kernforschungsanlage Juelich Begasungs/flotationsreaktor
NO872452D0 (no) * 1987-06-12 1987-06-12 Sintef Fiskeoppdrettskar.
JPH0546279B2 (pt) * 1989-02-16 1993-07-13 Hitachi Plant Eng & Constr Co

Also Published As

Publication number Publication date
NO172487B (no) 1993-04-19
NO912199D0 (no) 1991-06-07
PT92529A (pt) 1990-06-29
EP0448597A1 (en) 1991-10-02
FI100794B1 (pt)
FI912730A0 (fi) 1991-06-06
NO885455L (no) 1990-06-11
DE68913992D1 (de) 1994-04-21
NO172487C (no) 1993-07-28
YU231389A (en) 1990-12-31
GR1001156B (el) 1993-05-24
FI100794B (fi) 1998-02-27
ES2051006T3 (es) 1994-06-01
AT102899T (de) 1994-04-15
NO885455D0 (no) 1988-12-08
EP0448597B1 (en) 1994-03-16
CA2004817C (en) 2000-10-31
US5160620A (en) 1992-11-03
AU634509B2 (en) 1993-02-25
JPH04503323A (pt) 1992-06-18
FI912730D0 (pt)
AU4656089A (en) 1990-06-26
YU46596B (sh) 1993-11-16
GR890100809A (en) 1991-03-15
WO1990006288A1 (en) 1990-06-14
NO912199L (no) 1991-06-07
DE68913992T2 (de) 1994-06-23
CA2004817A1 (en) 1990-06-08

Similar Documents

Publication Publication Date Title
US9655349B2 (en) Bioreactor system for aquarium and septic tank
US5543039A (en) Reactor for purification of water
US5364529A (en) Wastewater treatment system
TW311130B (pt)
JP5289663B2 (ja) 廃水の酸素化装置及び方法
Losordo et al. Recirculating aquaculture tank production systems
CA2713952C (en) Method and device for the treatment of waste water
US3966599A (en) Method and apparatus
AU688584B2 (en) Water processing system for highly contaminated water
US6110389A (en) Filtration unit
US5227051A (en) System for processing organic waste liquid
US4427548A (en) Filtering method and apparatus
AU679810B2 (en) System and method for treatment of polluted water
US7442306B2 (en) Autotrofic sulfur denitration chamber and calcium reactor
US7481935B2 (en) Waste water treatment process
JP4492268B2 (ja) 生物処理装置
US8137557B2 (en) Wastewater treatment method
CN101076498B (zh) 一种通气式生物过滤系统及其废水处理方法
US6666965B1 (en) Cellular microbead filter for use in water recirculating system
CA1072018A (en) Ship waste water treating with flotation and membrane permeation
US20070163959A1 (en) Screening apparatus for water treatment with membranes
KR20110031311A (ko) 물을 처리하고 멤브레인 필터링 시스템을 이용하는 방법 및 시스템
US20050236327A1 (en) Wastewater treatment
KR100706273B1 (ko) 순환여과양식시스템 및 새우 사육수 순환여과방법
CN101538102B (zh) 一种深度处理难降解有机废水的臭氧-生物滤池系统

Legal Events

Date Code Title Description
FG3A Patent granted, date of granting

Effective date: 19950418

MM3A Annulment or lapse

Free format text: LAPSE DUE TO NON-PAYMENT OF FEES

Effective date: 20041018