BR102013000568A2 - Equipamento de interface de pagamentos - Google Patents

Equipamento de interface de pagamentos Download PDF

Info

Publication number
BR102013000568A2
BR102013000568A2 BR102013000568A BR102013000568A BR102013000568A2 BR 102013000568 A2 BR102013000568 A2 BR 102013000568A2 BR 102013000568 A BR102013000568 A BR 102013000568A BR 102013000568 A BR102013000568 A BR 102013000568A BR 102013000568 A2 BR102013000568 A2 BR 102013000568A2
Authority
BR
Brazil
Prior art keywords
media
card
type
readers
payment
Prior art date
Application number
BR102013000568A
Other languages
English (en)
Inventor
Paul Theobald
Original Assignee
Mei Inc
Priority date (The priority date is an assumption and is not a legal conclusion. Google has not performed a legal analysis and makes no representation as to the accuracy of the date listed.)
Filing date
Publication date
Priority to US201261644219P priority Critical
Application filed by Mei Inc filed Critical Mei Inc
Publication of BR102013000568A2 publication Critical patent/BR102013000568A2/pt

Links

Classifications

    • GPHYSICS
    • G06COMPUTING; CALCULATING; COUNTING
    • G06KRECOGNITION OF DATA; PRESENTATION OF DATA; RECORD CARRIERS; HANDLING RECORD CARRIERS
    • G06K7/00Methods or arrangements for sensing record carriers, e.g. for reading patterns
    • G06K7/0004Hybrid readers
    • GPHYSICS
    • G06COMPUTING; CALCULATING; COUNTING
    • G06KRECOGNITION OF DATA; PRESENTATION OF DATA; RECORD CARRIERS; HANDLING RECORD CARRIERS
    • G06K13/00Conveying record carriers from one station to another, e.g. from stack to punching mechanism
    • G06K13/02Conveying record carriers from one station to another, e.g. from stack to punching mechanism the record carrier having longitudinal dimension comparable with transverse dimension, e.g. punched card
    • G06K13/07Transporting of cards between stations
    • GPHYSICS
    • G06COMPUTING; CALCULATING; COUNTING
    • G06QDATA PROCESSING SYSTEMS OR METHODS, SPECIALLY ADAPTED FOR ADMINISTRATIVE, COMMERCIAL, FINANCIAL, MANAGERIAL, SUPERVISORY OR FORECASTING PURPOSES; SYSTEMS OR METHODS SPECIALLY ADAPTED FOR ADMINISTRATIVE, COMMERCIAL, FINANCIAL, MANAGERIAL, SUPERVISORY OR FORECASTING PURPOSES, NOT OTHERWISE PROVIDED FOR
    • G06Q20/00Payment architectures, schemes or protocols
    • G06Q20/30Payment architectures, schemes or protocols characterised by the use of specific devices or networks
    • G06Q20/34Payment architectures, schemes or protocols characterised by the use of specific devices or networks using cards, e.g. integrated circuit [IC] cards or magnetic cards
    • GPHYSICS
    • G07CHECKING-DEVICES
    • G07FCOIN-FREED OR LIKE APPARATUS
    • G07F7/00Mechanisms actuated by objects other than coins to free or to actuate vending, hiring, coin or paper currency dispensing or refunding apparatus
    • G07F7/08Mechanisms actuated by objects other than coins to free or to actuate vending, hiring, coin or paper currency dispensing or refunding apparatus by coded identity card or credit card or other personal identification means
    • G07F7/0873Details of the card reader
    • G07F7/088Details of the card reader the card reader being part of the point of sale [POS] terminal or electronic cash register [ECR] itself

Abstract

EQUIPAMENTO DE INTERFACE DE PAGAMENTOS. É revelado um equipamento sistema e método de interface de pagamentos. Em particular, é revelado um equipamento de interface de pagamentos para uso em máquinas de vendas, máquinas de jogos, ou outras, tipicamente máquinas de funcionamento automático que aceitam pagamentos por uma variedade de métodos de pagamentos. Também é revelado um sistema e método para a determinação e o processamento de uma transação como um determinado tipo de transação com base no tipo de mídia usada em um cartão de transação financeira padronizado. O equipamento de interface inclui uma pluralidade de sensores para ler uma ou uma pluralidade de mídias em um único cartão de transação financeira padronizado em uma única apresentação do cartão.

Description

EQUIPAMENTO DE INTERFACE DE PAGAMENTOS

CAMPO

Este pedido se refere geralmente a um equipamento de interface de pagamentos. Em particular, este pedido se refere ao equipamento de interface de pagamentos para uso em máquinas de vendas, máquinas de jogos, ou outras máquinas, tipicamente automáticas que aceitam pagamentos por uma variedade de métodos de pagamentos.

HISTÓRICO

Vários comerciantes em todo mundo usam vários equipamentos para o manuseio de 10 dinheiro em máquinas de transações tipicamente automáticas, como máquinas de venda, máquinas de jogos, etc. Além de e em alguns casos à exclusão de dinheiro em papel e moedas, muitas dessas máquinas são específicas ou aceitarão cartões de transações financeiras padrão, como cartões de crédito, cartões de bancos, cartões de presentes, etc. Em todo o mundo, existem várias características de 15 segurança e proteção usadas nesses cartões, com algumas sendo mais amplamente usadas em determinadas áreas geopolíticas que em outras.

Na América, por exemplo, a fita magnética é prevalente, com o crescente uso de tecnologias de contato ou sem contato. Na Europa, essas tecnologias são também disponíveis, como em circuitos integrados ou smart cards. Na Austrália, o sistema sem contato EMV é popular.

Com o aumento do mundo global, seria benéfico ter uma única interface de usuário que pudesse aceitar, localizar, e analisar múltiplas dessas características de segurança/proteção e, talvez usar essas informações para ampliar a experiência do cliente e/ou determinar como a transação é manuseada ou processada.

BREVE DESCRIÇÃO DOS DESENHOS Os desenhos aqui apresentados mostram algumas realizações ou características de algumas realizações englobadas pela revelação. Os desenhos são ilustrativos e não pretendem ser limitativos. Números iguais de referência se referem a elementos iguais nos desenhos.

A Fig. 1 é um esquema que ilustra um processo de pagamento exemplar.

A Fig. 2 é uma vista em perspectiva de um engaste ou terminal de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

A Fig. 3 é uma vista em perspectiva de um engaste ou terminal de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

A Fig. 4 é uma vista em corte transversal de um engaste ou terminal de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

A Fig. 5 é uma vista em perspectiva em corte transversal de um engaste ou terminal de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

As Figs. 6-10 são várias vistas de um engaste ou terminal de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

As Figs. 11A- 19 são geometrias alternativas de um engaste ou terminal de acordo com algumas realizações da presente.

A Fig. 20 ilustra várias configurações exemplares de uma antena para uma leitora sem cartão de acordo com algumas realizações da presente.

A Fig. 21A e a 21B ilustram algumas configurações exemplares de múltiplos sensores de mídia dispostos e configurados de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

A Fig. 22 ilustra uma leitora exemplar de cartões stand alone para uso de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

A Fig. 23 ilustra uma leitora exemplar de chip integrado para uso de acordo com algumas realizações reveladas na presente.

DESCRIÇÃO DETALHADA

Como acima notado, com a complexidade e o número de cartões de transações financeiras padronizadas e características de segurança/proteção neles, a 5 experiência do cliente unificado aumentará a experiência do cliente. O uso das informações também poderia permitir aos proprietários ou operadores de máquinas maximizarem os lucros ou então controlar o tipo de transação usada na obtenção do melhor perfil de honorários.

É revelada na presente uma interface de pagamento de usuário que permitirá aos 10 consumidores fazerem um débito ou um crédito com base na venda, independente da tecnologia do cartão do banco ou do dispositivo móvel que possuam. Na maioria dos casos, a venda ocorrerá com um simples passe do cartão do banco (cartão de transação financeira padronizado). Para garantir o sucesso, o dispositivo de pagamento do usuário deve ser intuitivo e encorajar os consumidores a usarem os 15 cartões de débito e de crédito. O processo de pagamento deve ser consistente para todos os tipos de cartões e ser instintivo para o consumidor.

Em algumas realizações, a interface de pagamento de usuário compreende um engaste que pode ser adaptado com um dispositivo de aceite de contas ou não, pode ser novo ou reformado para as máquinas existentes.

O engaste (ou terminal) pode administrar a complexidade dos vários tipos de cartões e de tecnologias que já existem, assim como as novas tecnologias que estão sendo desenvolvidas. O engaste incluirá pelo menos uma leitora (sensor de mídia) compatível com as várias fitas magnéticas, chip e esquemas de pagamentos sem contato nos Estados Unidos, Canadá, Europa e Austrália, e qualquer outro sistema 25 financeiro desejado. A revelação da presente se refere a um sistema de interface de pagamento, incluindo o equipamento de interface de pagamentos (por ex., engaste, terminal, etc.) e um controlador do tipo de transição, o próprio equipamento de interface de pagamentos, o próprio controlador do tipo de transição, e os métodos para usá-los.

Para melhor entender o sistema e suas partes, será útil ter uma compreensão dos tipos de cartões e sensores, dos tipos de transações, e do processo de pagamento eletrônico.

Padrões Industriais Gerais para os diferentes formatos de interfaces.

Os dispositivos e métodos da presente invenção ora descritos são úteis tanto no 10 emprego de um cartão de crédito como de um cartão de débito, ou de outro cartão de transação financeira padronizado. Em geral, o cartão de transação tem pelo menos uma fita magnética em sua superfície que pode ser inserida em um terminal POS para completar uma transação de pagamento de uma mercadoria ou serviço. Os métodos dessa transação estão comumente de acordo com o padrão ISO/IEC 15 7810 que define as dimensões como 8,560x5,98 milímetros. Todas as dimensões padronizadas normalmente têm a espessura de 0,76 por cartão. Alguns cartões de transações podem ser integrados com um holograma para evitar falsificações.

Um smart card pode também ser conhecido como um cartão de chip ou um cartão de circuito integrado. Um smart card é bem conhecido na técnica e tem um circuito 20 integrado que pode processar informações. Um smart card pode receber um sinal que é processado por meio de um circuito integrado ou chip com um aplicativo nele baseado e então fazer o envio. Um smart card de contato tem uma área de contato compreendida por várias almofadas de contato revestidas a ouro com cerca de um centímetro quadrado. Quando o smart card de contato é inserido em uma leitora que 25 tenha contato com conectores elétricos, é possível Ier as informações do chip e escrever as informações de volta. Um smart card típico segue as dimensões da ISO/IEC 7810 que determina as dimensões do cartão e a ISO/IEC 7816 que define a localização física e as características elétricas do chip. Os smart cards de contato normalmente não contêm baterias e a energia é fornecida pela leitora do cartão para 5 as funções que são realizadas no chip. Os smart cards de contato normalmente possuem protocolos de comunicação padrão, de maneira que o smart card possa ser usado em diferentes leitoras e as transações possam ser completadas. Os smart cards de contato são usados como mídia de comunicações entre um smart card e um hospedeiro, e esse hospedeiro pode ser um computador, um terminal POS, um 10 telefone móvel, um ponto de entrada de trânsito, um telefone público e outros.

Outro tipo de smart card é conhecido como um smartcard sem contato. Um smartcard sem contato contém um chip que se comunica com uma leitora de cartões por meio de uma tecnologia de indução RFID, ou outra tecnologia sem contato. Um smartcard sem contato exige somente a proximidade a uma antena para completar a 15 transação. Um smartcard sem contato é tipicamente definido pelas dimensões de um cartão de transação padrão, por exemplo, ISO/IEC 7816, e terá um protocolo de comunicação padronizado, por exemplo, como definido pela ISO/IEC 1443. Normalmente, um smartcard sem contato pode estar em comunicação em distâncias de até dez centímetros. Um padrão para smartcard sem contato é o ISO/IEC 15693, 20 que permite a comunicação em distâncias de até 50 centímetros. Outros padrões podem ser disponíveis em maiores distâncias para aplicações como o trânsito de massa e rodovias pedagiadas.

Um smartcard pode ter mais de uma tecnologia aplicada. Por exemplo, um smart card pode ter uma fita magnética e um chip. Um smart card pode ter uma fita magnética, um chip e uma interface sem contato, tudo em um só cartão. Um smart card pode ter um chip e uma interface sem contato em um cartão. Às vezes, um smart card tendo uma fita magnética e pelo menos um chip pode ser conhecido como um smart card híbrido. Os dispositivos e métodos da presente invenção ora descritos são úteis com um cartão que tenha um ou todos esses tipos de mídia.

Exemplo de Leitora de Cartão IC

Como ainda mostrado na Fig. 23, é revelado uma leitora de cartão IC exemplar (chip). Uma pluralidade de contatos de sinais 30 é posicionada em uma parte traseira 14a do alojamento 14 oposta à entrada do slot 22a. Os contatos 30 se projetam da parte traseira 14a e se prolongam normalmente em relação a um plano 10 em que o slot 22 é definido. Cada um dos contatos 30 inclui uma extensão interior defletora do tipo mola 30 a para limpar o acoplamento com as almofadas de contato 25a definidas em uma superfície do cartão 25 e uma extensão exterior 30ò tendo uma parte de cauda para a finalização com um PCB, como o PCB flexível 33 (mostrado na FIG. 9). Como o cartão 25 é inserido linearmente no slot 22 e na 15 direção da parte traseira 14a, partes tipo mola 30a entram em contato deslizante com a almofada de contato 25a do cartão 25, de maneira a limpar daí a sujeira e os dejetos. Uma ação similar de limpeza é feita pelo cartão 25 com a retração do cartão do slot 22 após o término da operação de leitura do cartão.

É importante que a superfície do cartão 25 tendo em si a almofada de contato 25a 20 fique virada para cima com relação à superfície superior 16 do alojamento 14 de maneira a alinhar as partes de contato 30a com a almofada de contato 25a. As guias 16a e 18a (abaixo do cartão 25) cooperam para manter o percurso de inserção planar do cartão 25 até que o acoplamento da almofada de contato 25a inicie a operação de leitura do cartão. Ainda é notado que o alojamento pode suportar um ou 25 mais contatos de comutação (não mostrados) como convencionalmente conhecidos, de maneira a dar uma indicação da adequada inserção do cartão e ainda iniciar uma operação de leitura do cartão.

Os técnicos no assunto estarão cientes de outros projetos adequados de leitora de cartões.

O Processo de Pagamentos

A Fig. 1 ilustra um fluxograma de um sistema e um processo exemplar de pagamentos. É apresentado um cartão padronizado de transações com um comerciante (por ex., máquinas de vendas 10), sendo os dados do cartão de crédito transferidos para o controlador, que então transmite os dados para um processador 10 de transações externo que administra as informações dos vários bancos, a conta do comerciante, e a conta do cliente.

O Processo de Pagamento

Ao usar um cartão de crédito ou débito fora de uma situação do tipo de vendas, com a notável exceção dos postos de gasolina (petróleo), na maioria das aplicações de 15 varejo (por ex., shoppings, bares, hotéis, etc.) você paga com seu cartão de crédito ou débito após a conta ter sido apresentada, da mesma forma que em dinheiro. Se o cartão do consumidor puder administrar tanto pagamentos de débito como de crédito, o terminal de varejo normalmente, mas nem sempre, dará ao consumidor a escolha de qual transação quer usar.

Pontos automáticos de aplicativos de vendas (por ex., máquinas de venda, etc.) administram normalmente o pagamento de outra forma, o dinheiro é apresentado primeiro e então é feita a seleção. Isto apresenta desafios únicos caso a experiência do consumidor seja consistente ao pagar em dinheiro ou cartão ou por telefone móvel, ou outro dispositivo independente de dinheiro.

Se o cartão do consumidor puder administrar tanto pagamentos em débito como em crédito, o ponto de venda automática tipicamente não oferece uma escolha, a transação é simplesmente processada com a transação padrão estabelecida no cartão.

Para ajudar na complexidade, os cartões de banco padronizados de débito ou de crédito ou qualquer outro cartão de banco padronizado pode usar uma característica de segurança, e geralmente, mais de uma, que por sua vez, algumas dessas envolvem métodos de pagamentos online e algumas não.

Chip e Fita magnética (tanto débito como crédito) e sem contato nos Estados Unidos.

O Chip e Fita magnética e as transações sem contato nos Estados Unidos são on- line, porque não há valor guardado no cartão. Algumas transações do tipo sem contato, por ex., Paypass, Paywave e Expresspay, emulam a passagem de cartão magnético. A autorização acontece em tempo real, mas a liberação (estabelecimento) pode ser feita como um lote em estágio posterior. Existem duas 15 formas com que isso é feito nos Estados Unidos: pré-autorização ou por uma conexão aberta.

Com a pré-autorização, o cartão é apresentado ao terminal do comerciante e as informações do cartão passam para o controlador. O controlador comunica-se com a máquina ou se empenha para determinar o valor da transação. O valor da transação 20 é então enviado ao processador de transações para autorização. O processador de transações roteia a solicitação de autorização para o banco adquirente. O banco adquirente entra em contato com o banco que emitiu o cartão. O banco emissor verifica a conta do detentor do cartão para confirmar a disponibilidade de fundos. A resposta é enviada para o comerciante. Se a autorização for dada, o pagamento é 25 confirmado e retorna pelo mesmo caminho para o banco emissor. O banco emissor transfere então o dinheiro da conta do detentor do cartão para a conta do comerciante. Isto, é claro, é administrado em um tempo relativamente curto por meio da passagem dos dados eletrônicos pelos e entre os vários sistemas e processadores envolvidos.

O valor autorizado não tem que combinar com o pagamento feito. Por exemplo, um restaurante pode processar autorização do preço de um alimento, mas adiciona gratuidade no estabelecimento final. Os postos de gasolina normalmente pré- aprovam uma quantia maior e então ajustam a quantidade de combustível realmente adquirida.

Em sistemas de conexão aberta, quando o cartão é apresentado seja por passagem ou inserção o controlador abre a conexão com o processador de transações. O consumidor é alertado para “Fazer a Seleção.” É autorizado o preço real de venda. A conexão permanece aberta nas máquinas de multivendas por um período configurável de tempo.

Sistemas sem contato fora dos Estados Unidos e pré-pagos Online/Offline podem ser cartões pré-pagos além das autorizações online. Os cartões pré-pagos têm valores armazenados no cartão.

Cartões sem contator EMV são carregados com os fundos disponíveis sob a forma de créditos de valor seguro que são decrementados durante a transação e somente 20 se tornam dinheiro quando são gastos. Os cartões pré-pagos não têm necessidade de ficar online. Os sem contato, como o EMV, normalmente entram online seja para processar pagamentos ou para ocasionalmente verificar o status do cartão. Devido ao valor ser armazenado no cartão, não há necessidade de pré-autorização além daquela do controlador para confirmar a existência de créditos suficientes para fazer 25 a compra. Uma vez sendo feita a transação, os créditos (pagamentos) são processados da mesma forma como em uma transação online, mas devido ao valor já ser autorizado, isto não necessariamente deve ser feito em tempo real. As transações podem ser agrupadas para reduzir as taxas de transação.

Assim, vemos que dependendo do tipo de cartão, o percurso do pagamento está geralmente associado ao tipo de mídia usado para guardar os dados do cartão de crédito. O tipo de mídia inclui, entre outros, a fita magnética, chip magnético, sem contato e outros. Muitos cartões empregam um ou mais tipos de mídia. O tipo de mídia se traduz, como discutido acima em um tipo de transação (online, offline, etc.) O provedor de tempo total de uso, processador de transações e banco adquirente todos cobram tanto pela autorização da administração e do pagamento. As taxas variam dependentes do tipo de transação. Atualmente, as transações dè fita magnética são as mais caras e pagas como uma % por transação. O chip é o próximo, sendo também uma % da transação. O sem contato é o mais barato e tem sido avaliado como um pagamento fixo por transação/lote. Sem haver surpresas, em alguns exemplos, as instituições financeiras cobram maiores taxas nas transações menos seguras. Além disso, as taxas reais são pagas pelo comerciante e variam enormemente, dependendo do poder de negociação do comerciante. Assim, podé ser visto que seria de interesse um sistema de interface de pagamento que reconheça todos os tipos de mídia e todos os tipos de transação e que permita ao proprietário/operador estabelecer o tipo de transação mais favorável. Por outro lado, a interface de pagamento, para ser mais efetiva, deve ser intuitiva e consistente para os usuários de um local para outro.

Assim, um dispositivo único de interface de pagamento (engaste, terminal) foi projetado para sentir e Ier os dados presentes em múltiplos tipos de mídia em um único cartão. Particularmente, o dispositivo é projetado de maneira que a inserção do cartão em um único slot facilitará a leitura de múltiplos tipos de cartões no cartão. Um sistema de interface de pagamento compreendendo:

a. uma interface de usuário ainda compreendendo: i. um alojamento,

ii. uma pluralidade de sensores de mídia para a percepção de dados de cartões e tipos de mídia, uma pluralidade de sensores de mídia selecionados individualmente para Ier um diferente tipo de mídia,

iii. um percurso de cartão único para guiar um cartão de transação financeira padronizado tendo os dados de cartão armazenados em pelo menos um tipo de mídia,

Cada sensor de mídia sendo posicionado e localizado dentro do alojamento e ao longo do percurso de cartão único de maneira que a ação do usuário de inserir um cartão de transação financeira padronizado no e ao longo do percurso de cartão único coloca cada tipo de mídia presente no cartão em comunicação operacional 15 com um correspondente sensor de mídia, e

b. um controlador do tipo de transição ainda compreendendo:

i. uma memória para alojar um conjunto de instruções armazenadas referente à determinação de um tipo de transação desejada na apresentação para pagamento

baseado no tipo de mídia, quando múltiplos tipos de mídia estiverem presentes em um único cartão de transação financeira padronizada,

ii. um processador em comunicação com a pluralidade de sensores de mídia para a obtenção de dados de cartão e tipos de mídia e para a implementação das instruções armazenadas para determinar o tipo de transação desejada com base

nos tipos disponíveis de mídia no cartão de transação financeira padronizada e nas instruções armazenadas, e capaz de comunicar o tipo de transação desejada ao longo dos dados do cartão para um controlador de pagamento.

O tipo de mídia pode ser qualquer tipo de mídia adequada para entrar, armazenar, enviar e atualizar os dados em um cartão de transação financeira padronizado. O tipo de mídia pode ser entre outros, fitas magnéticas, chips integrados, chips integrados e pinos, dispositivos RF, e dispositivos de comunicações de campo próximo (NFC).

Assim, os sensores de mídia podem ser quaisquer sensores de mídias adequadas para sentir os tipos de mídias encontradas no cartão de transação financeira 10 padronizado. Por exemplo, sensores adequados de mídia incluem, entre outros, leitoras de fitas magnéticas, leitoras de chips, leitoras de chips e pinos, leitoras sem contatos, leitoras de cartões pré-pagos, leitoras RF, e leitoras de comunicação de campo próximo (NFC), etc.

Em algumas realizações, pelo menos uma da referida pluralidade de sensores de 15 mídia é uma leitora de contato ou sem contato posicionada de maneira que a mídia de contato ou sem contato pode ser lida nas proximidades operacionais do alojamento sem entrar no slot ou no percurso do cartão único. Dessa forma, uma única interface pode aceitar um cartão em seu slot, mas também acomodam o uso com contato ou sem contato sem o slot. Esse arranjo também permitiria o uso de um 20 não cartão (por ex., smartfone) dotado de uma tecnologia de contato adequada ou tecnologia sem contato.

Deve ser apreciado que ocasionalmente, pode ser benéfico para a interface de usuário comunicar-se com o usuário. Qualquer dispositivo de comunicações adequado ou uma combinação pode ser usado. Por exemplo, sinalizações de vídeo e/ou áudio podem ser providas para o usuário. Assim, a interface poderia ser dotada de um dispositivo de display, um dispositivo de áudio ou uma combinação dos mesmos.

Apesar de esta discussão se concentrar na preparação de um dispositivo que não utilize dinheiro, deve ser apreciado que o dispositivo também poderia ser configurado para uso com sistemas baseados em dinheiro e também moedas. Assim, em algumas realizações, o dispositivo de interface de pagamentos também pode ser provido de um dispositivo de aceite de contas. Em algumas realizações, o dispositivo de aceite de contas pode ser posicionado em uma altura superior, em altura mais baixa ou em uma posição de média altura. Como ilustrado nas Figs. 2- 10, na posição de meia altura, o percurso da conta pode cruzar o caminho de um cartão de crédito singular. Esta situação permite economia de espaço, o que é importante nas operações de vendas. Nesse caso, o dispositivo de aceite de contas define um slot passante para permitir a passagem do cartão. Em algumas realizações, o dispositivo de aceite de contas pode empregar um obturador ou outro sistema para minimizar as contas que chegam ao slot. São possíveis outros projetos e posições, tanto com e sem cruzamento entre o caminho da conta e o caminho do cartão.

Também deve ser notado que, apesar de o foco desta revelação ter sido nos sistemas e métodos do equipamento colocados nas máquinas de vendas, sistemas 20 similares poderiam ser estabelecidos fora de uma máquina de vendas, por exemplo, em uma leitora de cartão manual que possa ser útil, por exemplo, em eventos em estádios ou em qualquer lugar em que possa ser necessária uma autorização de cartão de crédito de não vendas. Por exemplo, como parte de um registro POS, de um processador de separado de cartão de crédito POS, ou de um dispositivo manual 25 POS (como exemplificado na Fig. 22). Algumas realizações deste dispositivo incluem uma pluralidade de sensores de mídia em comunicação com o processador do tipo de transação para determinar qual o tipo de transação que deve passar ao longo do controlador e, finalmente no processador de transações e em vários bancos. O controlador do tipo de transição pode ser o mesmo ou diferente do 5 controlador. Todas as comunicações podem ser por fio ou sem fio, ou uma combinação das mesmas.

Além disso, para facilitar a satisfação do usuário, a interface pode empregar um dispositivo de entrada de usuário, que pode ser tão simples como uma tecla única, teclas múltiplas, ou mesmo uma tela de toque, etc.

Em algumas realizações, o sistema de interface de pagamento compreende:

a. uma interface de usuário (por ex., engaste/terminal) ainda compreendendo:

i. um alojamento, definindo um slot de cartão único e um percurso de cartão único para o aceite de um cartão de transação financeira padronizado tendo os dados de cartão armazenados em pelo menos um tipo de mídia,

ii. uma pluralidade de sensores de mídia, para a percepção de dados de cartões e tipos de mídia,

cada sensor de mídia sendo posicionado e localizado no interior de um alojamento de maneira que a ação do usuário de inserir um cartão de transação financeira padronizado no slot de cartão único e ao longo do percurso de cartão único, coloca cada tipo de mídia presente no cartão em comunicação operacional com um correspondente sensor de mídia,

uma pluralidade de sensores de mídia é selecionada individualmente a partir de um diferente tipo de mídia, o referido tipo de mídia selecionado a partir de leitoras de fita magnética, leitoras de chips, leitoras de chips e pinos, leitoras sem contatos, leitoras de cartões pré-pagos, leitoras RF, e leitoras de comunicação de campo próximo (NFC),

em que qualquer leitora de contato ou sem contato está também posicionada de maneira que a mídia de contato ou sem contato pode ser lida nas proximidades operacionais do alojamento sem entrar no slot ou no percurso do cartão único;

iii. um dispositivo de comunicações para a comunicação com o usuário,

em que o dispositivo de comunicações é um dispositivo de display, um dispositivo de áudio ou uma combinação dos mesmos,

iv. um dispositivo de aceite de contas;

v. um dispositivo de entrada de usuário (isto é, uma ou mais teclas);

e

b. um controlador de tipo de mídia ainda compreendendo:

i. uma memória para alojar um conjunto de instruções armazenadas referentes à determinação de um desejado tipo de mídia na apresentação para pagamento em que os múltiplos tipos de mídia estiverem presentes em um único cartão de

transação financeira padronizado,

ii. um processador em comunicação com uma pluralidade de sensores de mídia para a implementação das instruções armazenadas para determinar o desejado tipo de mídia com base nos tipos disponíveis de mídia no cartão de transação financeira padronizado e nas instruções armazenadas e capaz de comunicar o desejado tipo

de mídia a um controlador de pagamentos.

Como acima aludido, as várias partes do sistema são importantes no sistema e por si mesmas. A interface de usuário para um sistema de interface de pagamento compreende:

um alojamento,

uma pluralidade de sensores de mídia para a percepção de dados de cartões e tipos de mídia, a pluralidade de sensores de mídia selecionados individualmente para Ier um diferente tipo de mídia,

um percurso de cartão único para guiar um cartão de transação financeira padronizado tendo os dados de cartão armazenados em pelo menos um tipo de mídia,

cada sensor de mídia sendo posicionado e localizado dentro do alojamento e ao longo do percurso de cartão único de maneira que a ação do usuário de inserir um cartão de transação financeira padronizado no e ao longo do percurso de cartão único coloca cada tipo de mídia presente no cartão em comunicação operacional com um correspondente sensor de mídia.

Como acima notado, os sensores de mídia são selecionados a partir de leitoras de fita magnética, leitoras de chips, leitoras de chips e pinos, leitoras sem contatos, leitoras de cartões pré-pagos, leitoras RF, e leitoras de comunicação de campo próximo (NFC),

Em algumas realizações, pelo menos uma da referida pluralidade de sensores de mídia é uma leitora de contato ou sem contato posicionada de maneira que a mídia de contato ou sem contato pode ser lida nas proximidades operacionais do alojamento sem entrar no slot ou no percurso do cartão único. Como mostrado nas figuras, algumas realizações proporcionam uma almofada de apoio 210 contra a 20 qual ou próximo da qual o usuário pode colocar o cartão (ou outro dispositivo) para transações sem contato. Em algumas realizações, podem ser usados símbolos padrões ou universais para informar o usuário sobre a localização da almofada de apoio 210.

Em algumas realizações, pode ser provido um dispositivo de comunicações para a comunicação com o usuário, como um dispositivo de display, um dispositivo de áudio ou uma combinação dos mesmos.

Em algumas realizações, pode ser provido um dispositivo de aceite de contas. Algumas realizações podem empregar um dispositivo de entrada de usuário (por ex., uma ou mais teclas).

Em adição à interface de pagamentos, pode ser empregado um controlador do tipo de transição. O controlador de transição pode ser separado da interface de usuário, e em alguma realização está acoplado à interface, de maneira a permitir que os dois estejam separados para o melhor uso do espaço da máquina de venda. O controlador do tipo de transição também pode ser integral com ou separado do 10 processador de transações.

Um controlador do tipo de transição para um sistema de interface de pagamento compreende:

uma memória para alojar um conjunto de instruções armazenadas referentes à determinação de um tipo de transação desejada na apresentação para pagamento baseado no tipo de mídia, em que os múltiplos tipos de mídia estiverem presentes em um único cartão de transação financeira padronizado,

um processador em comunicação com uma pluralidade de sensores de mídia para a obtenção de dados de cartão e tipos de mídia e para a implementação das instruções armazenadas para determinar o tipo de transação desejada com base 20 nos tipos disponíveis de mídia no cartão de transação financeira padronizado e nas instruções armazenadas, e capaz de comunicar o tipo de transação desejada ao longo dos dados do cartão para um controlador de pagamento.

As instruções armazenadas incluirão tipicamente algum tipo de classificação ou hierarquia que estabeleça uma ordem de preferência com base no tipo de mídia e/ou características de segurança no cartão. Como acima notado, atualmente, acredita-se que as fitas magnéticas são menos seguras, e no mercado em que os cartões são disponíveis com outras características de segurança, as instituições financeiras cobram mais para transações baseadas em cartões de fitas magnéticas. Assim, com a detecção, por exemplo, tanto de uma fita magnética como de uma tecnologia sem 5 contato, a instrução pode ser escrita para processar o cartão que usa sua tecnologia sem contato, gerando assim menos taxas para o comerciante e, portanto, mais lucros.

Os técnicos no assunto reconhecerão prontamente que qualquer hierarquia desejada pode ser estabelecida e programada no sistema. Essas atualizações podem ser feitas pelo proprietário, ou carregadas na máquina na fabricação ou na instalação.

Assim, o controlador do tipo de transição é útil para avaliar, com base nos dados recebidos dos sensores na interface, qual o tipo de mídia disponível, e assim quais os tipos de transações que estão disponíveis e, em último caso de acordo com qual tipo de transação a transação deverá ocorrer - essencialmente antes que as instituições financeiras tenham conhecimento da venda.

Com referência às figuras, as Figs. 2-4 ilustram um engaste ou terminal exemplar (interface de usuário) como revelado na presente. O engaste 100 inclui um alojamento 110, que suporta vários sensores de mídia (por ex., leitora de contato 20 200, antena 202, leitora de inserção 204), e define um percurso de cartão único 300. O dispositivo, como mostrado, inclui um dispositivo de aceite de contas 506 e define um percurso da conta que cruza o percurso do cartão 300. O dispositivo também tem um display 520, um botão interativo 510, e uma almofada de apoio 210 para sentir a mídia sem contato em um cartão ou em outro dispositivo. O cartão 600 é 25 inserido no percurso do cartão 300 em que após a inserção de todas as mídias no cartão, pode ser lido ou sentido pelos vários sensores. Com as informações passadas para o controlador do tipo de transição, como discutido em outro local.

A Fig. 5 mostra uma vista em corte com um cartão inserido. É prontamente visto que um cartão nessa posição pode ser ou foi lido ou percebido por cada um dos sensores.

As Figs. 6-10 mostram várias vistas de um engaste exemplar.

As Figs 11A - 12B mostram geometrias alternativas onde o caminho da conta e o caminho do cartão se cruzam, essencialmente ao longo de suas larguras.

As Figs. 13A—15B mostram geometrias alternativas onde o caminho da conta e o caminho do cartão não se cruzam.

As Figs. 16A-17B mostram geometrias alternativas onde o caminho da conta cruza o caminho do cartão, de maneira que a face de um cartão e de uma conta seriam perpendiculares entre si.

As Figs. 18A-19 mostram outras geometrias onde o caminho do cartão e o caminho da conta não se cruzam.

A Fig. 20 mostra várias realizações de uma antena de um sensor sem contato.

A Fig. 21A e 21B mostra várias realizações de arranjos de várias leitoras e sensores. Deve ser notado que podem ser modulares na construção para a facilidade de reparos ou de substituições. Também deve ser notado que este arranjo é adequado para unidades manuais ou stand alone, assim como para a implementação em máquinas maiores (por ex., de vendas, de jogos, bancos, etc.)

Um método para a determinação de um tipo de transação para o processamento de transações com base nos tipos disponíveis de mídia em um cartão de transação financeira padronizado compreende:

o recebimento de dados eletrônicos referentes aos tipos disponíveis de mídia no cartão único de transação financeira padronizado;

a comparação, via um processador, dos dados eletrônicos referentes aos tipos disponíveis de mídia com as instruções armazenadas referentes ao tratamento preferencial de potenciais tipos de mídia para determinar o tipo de transação desejado;

a determinação de um tipo de transação desejada com base na comparação; a transmissão de dados eletrônicos, incluindo o tipo de transação desejada para um processador de transações.

Apesar de os dados eletrônicos poderem vir de qualquer fonte, é contemplado na 10 presente que em alguma realização, antes da recepção dos dados eletrônicos, o método ainda compreende a percepção, via uma pluralidade de sensores de mídia, dos dados armazenados em uma pluralidade de tipos de mídia no cartão único de transação financeira padronizado, os referidos dados incluindo os tipos de mídia que estiverem presentes; e o envio dos dados como dados eletrônicos para o 15 processador.

Em algumas realizações, as instruções armazenadas compreendem a classificação hierárquica dos tipos de mídia que correspondem ao tipo de transação desejada sob forma eletrônica, como uma base de dados ou outra estrutura de dados.

Uma interface exemplar de usuário, como um engaste, é mostrado nas Figs. 2 a 10. Numerais de referência iguais se referem a elementos iguais em todas as figuras dos desenhos. Os desenhos devem ser somente ilustrativos, e outras variantes da interface se tornarão prontamente aparentes à Iuz dos desenhos e da revelação da presente.

A Fig. 6 mostra uma vista em perspectiva de um engaste útil em uma máquina de vendas ou outra máquina de transição. O engaste 100 inclui um alojamento 110, um display 520, um dispositivo de entrada 510 sob a forma de duas teclas acopláveis de usuário, um dispositivo de aceite de contas 500, o caminho da conta 300 sendo indicados com uma flecha ampla.

A Fig. 7 mostra uma vista em perspectiva traseira. Nessa vista, podem ser vistos 5 alguns trabalhos internos. O engaste 100 inclui um alojamento 110, que abriga várias plataformas de veículos para os sensores de mídia 200, incluindo nessa realização um Ioop de sensor RF, 202. O dispositivo de aceite de contas 500 é também visto. Na realização mostrada, o lote do cartão cruza o caminho da conta. Nessas realizações, pode ser empregada a media para garantir que a conta e o 10 cartão não possam ser inseridos simultaneamente. Esses meios podem ser meios físicos ou talvez meios de software, pelos quais um dos dois caminhos se torne inoperável.

A Fig. 8 mostra uma vista em perspectiva explodida do engaste. No geral, pode ser visto que o alojamento 110 dá suporte a várias plataformas que, por sua vez 15 suportam os sensores de mídia. De forma importante, as partes internas 250 e 255, definem um percurso de cartão único 300. Os sensores de mídia 200 são colocados estrategicamente no percurso de cartão único de maneira que cada sensor de mídia esteja em uma posição complementar à posição padrão em um cartão de transação financeira padronizado para um determinado tipo de mídia.

O alojamento 110 encapsula e retém as várias partes seja direta ou indiretamente. As partes internas 250 e 255 combinam, entre outras coisas, para definir um percurso de cartão único 300 indicado pela flecha larga. Nessa vista, é possível ver uma leitora de fita magnética 204, que está adequadamente colocada ao longo do caminho no que corresponderia à posição de uma fita magnética no cartão do 25 banco. Uma tela de display 520 e interface 510 sob a forma de teclas é também mostrada. É provido um Ioop RF 202 como sensor de mídia para RF e demais operações de contato e sem contato. Outros sensores de mídia 200 estão localizados adequadamente e abrigados em um pacote compacto, mas efetivo. Várias partes como a parte interna 250 também combinam para formar um dispositivo de aceite de contas.

As Figs. 9 e 10 mostram alguns arranjos possíveis de várias partes eletrônicas, incluindo outros sensores de mídia. Dependendo dos sensores usados, as exigências particulares de espaço da máquina de venda, e outros fatores, do projeto, orientação, e Iayout podem diferir.

Será entendido pelos técnicos no assunto que, em geral, os termos usados na presente, e especialmente nas reivindicações anexas (por ex., corpos das reivindicações anexas) são em geral entendidos como termos “abertos” (por ex., o termo “incluindo” deve ser interpretado como “incluindo, entre outros,” o termo “tendo” deve ser interpretado como “tendo pelo menos,” o termo “compreende” deve 15 ser interpretado como “inclui entre outros,” etc.)

Será também entendido, que apesar de vários compostos, composições, métodos, e dispositivos serem descritos em termos “abertos” de “compreendendo,” “incluindo,” ou "tendo”, vários componentes ou etapas (interpretados como significando "incluindo, entre outros"), os compostos, composições, métodos, e dispositivos 20 podem também "consistir essencialmente de" ou "consistir de" dos vários componentes e etapas, e essa terminologia deve ser interpretada como definindo essencialmente grupos de membros fechados. Este parágrafo não significa, de qualquer forma, a limitação do significado de “compreendendo”, “tendo,” ou “incluindo” (e outras formas de seus verbos), que devem ser interpretados como 25 frases de extremidades abertas, significando “incluindo, entre outros” consistente com a Iei das patentes e especialidades. A intenção deste parágrafo é somente indicar que os grupos de membros fechados definidos pelos termos “consistindo de” ou “consistindo essencialmente de” são grupos de menor inclusão dentro das descrições de extremidade aberta e para dar suporte às reivindicações que empregam o termo “consistindo de” ou “consistindo essencialmente de”.

Com relação ao uso de substancialmente quaisquer termos plurais e/ou singulares na presente, os técnicos no assunto podem traduzir do plural para o singular e/ou do singular para o plural como adequado ao contexto e/ou a aplicação. As várias permutações singular/plural podem ser expressamente apresentadas na presente para clareza.

Será ainda entendido pelos técnicos no assunto que se for pretendido um número específico de um texto de reivindicação introduzido, esse intento será explicitamente mencionado na reivindicação, e na ausência desse texto não haverá a pretensão. Por exemplo, como um auxílio à compreensão, as seguintes reivindicações anexas podem conter o uso das frases introdutórias "pelo menos um" e “um ou mais” para a introdução dos textos das reivindicações. Entretanto, o uso dessas frases não deve ser entendido de maneira a significar que a introdução de um texto de reivindicação pelos artigos indefinidos “um” ou “uma” limite qualquer determinada reivindicação contendo esse trecho de reivindicação introduzido em realizações contendo soménte um desses textos, mesmo quando essa mesma reivindicação incluir as frases introdutórias “um ou mais” ou “pelo menos um” e artigos indefinidos como “um” ou “uma” (por ex., “um” e/ou “uma” devem ser interpretados como significando “pelo menos um” ou “um ou mais”); o mesmo é verdade para o uso de artigos definidos usados para introduzir os textos das reivindicações. Além disso, mesmo se um número específico de um texto de reivindicação introduzido seja explicitamente mencionado, os técnicos no assunto reconhecerão que esse texto deve ser interpretado como significando pelo menos o número mencionado (por ex., o simples texto de “duas menções” sem outros modificadores, significa pelo menos duas menções ou duas ou mais menções). Além disso, nesses casos em que uma convenção análoga a “pelo menos um de A, B, e C, etc.” for usada, em geral essa construção tem o sentido que o técnico no assunto entenderia a convenção (por ex., "um sistema tendo pelo menos um de A, B, e C” incluiria, entre outros, os sistemas que têm A individualmente, B individualmente, C individualmente, A e B em conjunto, A e C em conjunto, B e C em conjunto, e/ou A, B, e C em conjunto, etc.). Nesses casos em que uma convenção análoga a “pelo menos um de A, B, ou C, etc.” seja usada, em geral essa construção tem o sentido entendido pelos técnicos no assunto sobre a convenção (por ex., “ um sistema tendo pelo menos um de A, B, ou C” incluiria, entre outros, os sistemas que têm A individualmente, B individualmente, C individualmente, A e B em conjunto, A e C em conjunto, B e C em conjunto, e/ou A, B, e C em conjunto, etc.). Será ainda entendido pelos técnicos no assunto que virtualmente qualquer palavra disjuntiva e/ou frase que apresente dois ou mais termos alternativos, estando na descrição, nas reivindicações ou nos desenhos, deve ser entendida como contemplando as possibilidades de inclusão de um dos termos, qualquer dos termos, ou ambos os termos. Por exemplo, a frase “A ou B” será entendida como incluindo as possibilidades de “A” ou “B” ou “A e B.”

Além disso, onde as características ou aspectos da revelação sejam descritos em termos de grupos Markush, os técnicos no assunto reconhecerão que a revelação também é assim descrita em termos de qualquer membro individual ou subgrupo de membros do grupo Markush.

Como será entendido pelo técnico no assunto, para qualquer e todos os propósitos, como nos termos de provimento de uma descrição escrita, todas as faixas reveladas na presente também englobam todas e as possíveis subfaixas e combinações de suas subfaixas. Qualquer faixa listada pode ser facilmente reconhecida com descrevendo de forma suficiente e permitindo que a mesma faixa seja dividida em 5 pelo menos metades, terços, quartos, quintos, décimos iguais, etc. Como exemplo não limitativo, cada faixa discutida na presente pode ser prontamente dividida em um terço inferior, terço médio e terço superior, etc. Como também será entendido pelo técnico no assunto, todas as descrições como “até”, “pelo menos”, e similares incluem o número mencionado e se referem a faixas que podem ser 10 subsequentemente divididas em subfaixas como discutido acima. Finalmente, como também será entendido pelo técnico no assunto, a faixa inclui cada membro individual. Assim, por exemplo, um grupo tendo 1-3 substituintes se refere a grupos tendo 1, 2, ou 3 substituintes. Similarmente, um grupo tendo 1-5 substituintes se refere a grupos tendo 1, 2, 3, 4, ou 5 substituintes, e assim por diante.

Claims (20)

1. Sistema de interface de pagamento, o sistema caracterizado por compreender: a. uma interface de usuário ainda compreendendo: i. um alojamento, ii. uma pluralidade de sensores de mídia para a percepção de dados de cartões e tipos de mídia, a pluralidade de sensores de mídia selecionados individualmente para Ier um diferente tipo de mídia, iii. um percurso de cartão único para guiar um cartão de transação financeira padronizado tendo os dados de cartão armazenados em pelo menos um tipo de mídia, cada sensor de mídia sendo posicionado e localizado dentro do alojamento e ao longo do percurso de cartão único de maneira que a ação do usuário de inserir um cartão de transação financeira padronizado no e ao longo do percurso de cartão único coloca cada tipo de mídia presente no cartão em comunicação operacional com um correspondente sensor de mídia, e b. um controlador do tipo de transição ainda compreendendo: i. uma memória para alojar um conjunto de instruções armazenadas referente à determinação de um tipo de transação desejada na apresentação para pagamento baseado no tipo de mídia, quando múltiplos tipos de mídia estiverem presentes em um único cartão de transação financeira padronizada, ii. um processador em comunicação com a pluralidade de sensores de mídia para a obtenção de dados de cartão e tipos de mídia e para a implementação das instruções armazenadas para determinar o tipo de transação desejada com base nos tipos disponíveis de mídia no cartão de transação financeira padronizada e nas instruções armazenadas, e capaz de comunicar o tipo de transação desejada ao longo dos dados do cartão para um controlador de pagamento.
2. Sistema de interface de pagamento de acordo com a reivindicação 1, caracterizado em que o referido sensor de mídia é selecionado a partir de leitoras de fitas magnéticas, leitoras de chips, leitoras de chips e pinos, leitoras sem contatos, leitoras de cartões pré-pagos, leitoras RF, e leitoras de comunicação de campo próximo (NFC).
3. Sistema de interface de pagamento de acordo com a reivindicação 1 ou 2, caracterizado em que pelo menos um da referida pluralidade de sensores de mídia é uma leitora de contato ou sem contato posicionada de maneira que a mídia de contato ou sem contato pode ser lida nas proximidades operacionais do alojamento sem entrar no slot ou no percurso do cartão único.
4. Sistema de interface de pagamento de acordo com a reivindicação 1, caracterizado por ainda compreender um dispositivo de comunicações para a comunicação com o usuário.
5. Sistema de interface de pagamento de acordo com a reivindicação 4, caracterizado em que o dispositivo de comunicações é um dispositivo de display, um dispositivo de áudio ou uma combinação dos mesmos.
6. Sistema de interface de pagamento de acordo com a reivindicação 1, caracterizado por ainda compreender um dispositivo de aceite de contas.
7. Sistema de interface de pagamento de acordo com a reivindicação 1, caracterizado por ainda compreender um dispositivo de entrada de usuário.
8. Sistema de interface de pagamento, o sistema caracterizado por compreender: a. a interface de usuário ainda compreendendo: i. um alojamento, definindo um slot de cartão único e um percurso de cartão único para a aceitação de um cartão de transação financeira padronizado tendo os dados de cartão armazenados em pelo menos um tipo de mídia, ii. uma pluralidade de sensores de mídia, para a percepção de dados de cartões e tipos de mídia, cada sensor de mídia sendo posicionado e localizado no interior de um alojamento de maneira que a ação do usuário de inserir um cartão de transação financeira padronizado no slot de cartão único e ao longo do percurso de cartão único, coloca cada tipo de mídia presente no cartão em comunicação operacional com um correspondente sensor de mídia, uma pluralidade de sensores de mídia é selecionada individualmente a partir de um diferente tipo de mídia, o referido tipo de mídia selecionado a partir de leitoras de fita magnética, leitoras de chips, leitoras de chips e pinos, leitoras sem contatos, leitoras de cartões pré-pagos, leitoras RF, e leitoras de comunicação de campo próximo (NFC), em que qualquer leitora de contato ou sem contato está também posicionada de maneira que a mídia de contato ou sem contato pode ser lida nas proximidades operacionais do alojamento sem entrar no slot ou no percurso do cartão único; iii. um dispositivo de comunicações para a comunicação com o usuário, em que o dispositivo de comunicações é um dispositivo de display, um dispositivo de áudio ou uma combinação dos mesmos, iv. um dispositivo de aceite de contas; v. um dispositivo de entrada de usuário; e b. um controlador de tipo de mídia ainda compreendendo: i. uma memória para alojar um conjunto de instruções armazenadas referentes à determinação de um desejado tipo de mídia na apresentação para pagamento quando múltiplos tipos de mídia estiverem presentes em um único cartão de transação financeira padronizado, ii. um processador em comunicação com a pluralidade de sensores de mídia para a implementação das instruções armazenadas para determinar o desejado tipo de mídia com base nos tipos disponíveis de mídia no cartão de transação financeira padronizado e nas instruções armazenadas e capaz de comunicar o desejado tipo de mídia a um controlador de pagamentos.
9. Interface de usuário para um sistema de interface de pagamento, caracterizada por compreender: um alojamento, uma pluralidade de sensores de mídia para a percepção de dados de cartões e tipos de mídia, a pluralidade de sensores de mídia selecionados individualmente para Ier um diferente tipo de mídia, um percurso de cartão único para guiar um cartão de transação financeira padronizado tendo os dados de cartão armazenados em pelo menos um tipo de mídia, cada sensor de mídia sendo posicionado e localizado dentro do alojamento e ao longo do percurso de cartão único de maneira que a ação do usuário de inserir um cartão de transação financeira padronizado no e ao longo do percurso de cartão único coloca cada tipo de mídia presente no cartão em comunicação operacional com um correspondente sensor de mídia.
10. Interface de usuário de acordo com a reivindicação 9, caracterizada em que o referido sensor de mídia é selecionado a partir de leitoras de fitas magnéticas, leitoras de chips, leitoras de chips e pinos, leitoras sem contatos, leitoras de cartões pré-pagos, leitoras RF, e leitoras de comunicação de campo próximo (NFC).
11. Interface de usuário de acordo com a reivindicação 9 ou a reivindicação 10, caracterizada em que pelo menos um da referida pluralidade de sensores de mídia é uma leitora de contato ou sem contato posicionada de maneira que a mídia de contato ou sem contato pode ser lida nas proximidades operacionais do alojamento sem entrar no slot ou no percurso do cartão único.
12. Interface de usuário de acordo com a reivindicação 9, caracterizada por ainda compreender um dispositivo de comunicações para a comunicação com o usuário.
13. Interface de usuário de acordo com a reivindicação 12, caracterizada em que o dispositivo de comunicações é um dispositivo de display, um dispositivo de áudio ou uma combinação dos mesmos.
14. Interface de usuário de acordo com a reivindicação 9, caracterizado por ainda compreender um dispositivo de aceite de contas.
15. Interface de usuário de acordo com a reivindicação 9, caracterizada por ainda compreender um dispositivo de entrada de usuário.
16. Controlador do tipo de transição para um sistema de interface de pagamento, o controlador do tipo de transição caracterizado por compreender: uma memória para alojar um conjunto de instruções armazenadas referente à determinação de um tipo de transação desejada na apresentação para pagamento baseado no tipo de mídia, quando múltiplos tipos de mídia estiverem presentes em um único cartão de transação financeira padronizado, um processador em comunicação com a pluralidade de sensores de mídia para a obtenção de dados de cartão e tipos de mídia e para a implementação das instruções armazenadas para determinar o tipo de transação desejada com base nos tipos disponíveis de mídia no cartão de transação financeira padronizado e nas instruções armazenadas, e capaz de comunicar o tipo de transação desejada ao longo dos dados do cartão para um controlador de pagamento.
17. Método para a determinação de um tipo de transação para o processamento de transações com base nos tipos disponíveis de mídia em um cartão de transação financeira padronizado, o método caracterizado por compreender: o recebimento de dados eletrônicos referentes aos tipos disponíveis de mídia no cartão único de transação financeira padronizado; comparação, via um processador, dos dados eletrônicos referentes aos tipos disponíveis de mídia com as instruções armazenadas referentes ao tratamento preferencial de potenciais tipos de mídia para determinar o tipo de transação desejado; a determinação de um tipo de transação desejada com base na comparação; a transmissão de dados eletrônicos, incluindo o tipo de transação desejada para um processador de transações.
18. Método de acordo com a reivindicação 17, caracterizado em que antes da recepção dos dados eletrônicos, o método ainda compreende: sentir, por meio de uma pluralidade de sensores de mídia, os dados armazenados em uma pluralidade de tipos de mídia no cartão único de transação financeira padronizado, os referidos dados incluindo os tipos de mídia que estiverem presentes; enviar os dados como dados eletrônicos para o processador.
19. Método de acordo com a reivindicação 18, caracterizado em que as instruções armazenadas compreendem a classificação hierárquica dos tipos de mídia que correspondem ao tipo de transação desejada.
20. Método de acordo com a reivindicação 19, caracterizado em que os tipos de mídia são selecionados a partir de fitas magnéticas com contato e sem contato.
BR102013000568A 2012-05-08 2013-01-09 Equipamento de interface de pagamentos BR102013000568A2 (pt)

Priority Applications (1)

Application Number Priority Date Filing Date Title
US201261644219P true 2012-05-08 2012-05-08

Publications (1)

Publication Number Publication Date
BR102013000568A2 true BR102013000568A2 (pt) 2014-04-15

Family

ID=47665815

Family Applications (2)

Application Number Title Priority Date Filing Date
BR302012005796F BR302012005796S1 (pt) 2012-05-08 2012-11-08 Configuração aplicada em máquina de vendas.
BR102013000568A BR102013000568A2 (pt) 2012-05-08 2013-01-09 Equipamento de interface de pagamentos

Family Applications Before (1)

Application Number Title Priority Date Filing Date
BR302012005796F BR302012005796S1 (pt) 2012-05-08 2012-11-08 Configuração aplicada em máquina de vendas.

Country Status (7)

Country Link
US (1) US8875994B2 (pt)
EP (1) EP2662841A3 (pt)
JP (1) JP2013235557A (pt)
CN (1) CN103390311A (pt)
AU (1) AU2013200501A1 (pt)
BR (2) BR302012005796S1 (pt)
MX (1) MX2013001498A (pt)

Families Citing this family (31)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
US9412227B2 (en) 2012-07-11 2016-08-09 Igt Method and apparatus for offering a mobile device version of an electronic gaming machine game at the electronic gaming machine
US8978868B2 (en) * 2012-10-01 2015-03-17 Jcm American Corporation Bezel assembly for use with an automated transaction device
US10410458B2 (en) 2012-10-01 2019-09-10 Jcm American Corporation Bezel assembly for use with an automated transaction device
FR3000263B1 (fr) * 2012-12-21 2015-03-06 Ingenico Sa Detection d'un dispositif transactionnel
US9792536B2 (en) 2014-05-19 2017-10-17 Crane Payment Innovations, Inc. Gate for a payment interface
US10496975B2 (en) 2014-07-23 2019-12-03 Square, Inc. Point of sale system with secure and unsecure modes
US9286494B1 (en) * 2014-11-20 2016-03-15 Square, Inc. Card reader having discriminator contact
US10318952B1 (en) 2015-05-23 2019-06-11 Square, Inc. NFC base station and passive transmitter device
US9483667B1 (en) * 2015-07-07 2016-11-01 Diebold Self-Service Systems Division Of Diebold, Incorporated Dip card reader
US10417867B2 (en) 2015-09-25 2019-09-17 Igt Gaming system and method for automatically transferring funds to a mobile device
US9697393B2 (en) * 2015-11-20 2017-07-04 Symbol Technologies, Llc Methods and systems for adjusting mobile-device operating parameters based on housing-support type
US9721123B1 (en) 2015-12-11 2017-08-01 Square, Inc. Microcontroller intercept of EMV card contact switch
US10607200B2 (en) 2015-12-28 2020-03-31 Square, Inc. Point of sale system having a customer terminal and a merchant terminal
WO2017156504A1 (en) * 2016-03-11 2017-09-14 Parabit System, Inc. Multi-media reader apparatus, secure transaction system and methods thereof
CN106022180B (zh) * 2016-05-27 2019-01-18 武汉源启科技股份有限公司 单个卡槽识别多种类型卡方法及装置
US10504092B2 (en) 2016-06-21 2019-12-10 Square, Inc. Transaction interface control
US20180012212A1 (en) * 2016-07-11 2018-01-11 Wunchun Chau Point of sale terminal with breakaway cable
US10217317B2 (en) 2016-08-09 2019-02-26 Igt Gaming system and method for providing incentives for transferring funds to and from a mobile device
US10621824B2 (en) 2016-09-23 2020-04-14 Igt Gaming system player identification device
US20180189754A1 (en) * 2016-12-30 2018-07-05 Adam C Campbell System and method of batch processing payment transactions
US10402816B2 (en) 2016-12-31 2019-09-03 Square, Inc. Partial data object acquisition and processing
US9858448B1 (en) 2017-01-31 2018-01-02 Square, Inc. Communication protocol speedup and step-down
US10621590B2 (en) 2017-02-22 2020-04-14 Square, Inc. Line-based chip card tamper detection
US10438189B2 (en) 2017-02-22 2019-10-08 Square, Inc. Server-enabled chip card interface tamper detection
US10332344B2 (en) 2017-07-24 2019-06-25 Igt System and method for controlling electronic gaming machine/electronic gaming machine component bezel lighting to indicate different wireless connection statuses
US10360761B2 (en) 2017-08-03 2019-07-23 Igt System and method for providing a gaming establishment account pre-approved access to funds
US10360763B2 (en) 2017-08-03 2019-07-23 Igt System and method for utilizing a mobile device to facilitate fund transfers between a cashless wagering account and a gaming establishment retail account
US10380843B2 (en) 2017-08-03 2019-08-13 Igt System and method for tracking funds from a plurality of funding sources
US10373430B2 (en) 2017-08-03 2019-08-06 Igt System and method for tracking fund transfers between an electronic gaming machine and a plurality of funding sources
US10643426B2 (en) 2017-12-18 2020-05-05 Igt System and method for providing a gaming establishment account automatic access to funds
US10672236B1 (en) * 2019-01-25 2020-06-02 Grace Union Technology Limited Intelligent POS machine

Family Cites Families (23)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
US3761683A (en) * 1971-11-08 1973-09-25 S Rogers Security system
DE3505130A1 (de) * 1985-02-14 1986-08-14 Siemens Ag Vorrichtung zum informationsaustausch mit einer wenigstens ein speicherndes medium enthaltenden steckkarte
EP0357827A1 (en) * 1988-09-09 1990-03-14 Sixcom S.P.A. Multi-reader for magnetic band cards, optical bar-code cards, electronic microprocessors cards having a light source and a high resolving detector for the card reflected beams
CH682775A5 (fr) * 1990-03-23 1993-11-15 Landis & Gyr Communications Su Lecteur de carte.
US5317138A (en) * 1991-02-20 1994-05-31 Olympus Optical Co., Ltd. Information recording and or reproducing apparatus for use in hybrid type information recording medium
FR2695499B1 (fr) * 1992-09-08 1997-04-30 Int Jeux Dispositif de lecture de codes magnetiques et de codes optiques.
GB9422803D0 (en) 1994-11-11 1995-01-04 At & T Global Inf Solution A card reader
AU3151297A (en) * 1996-06-03 1998-01-05 Indala Corporation Smart card reader with dual mode reading capability
JPH10340524A (ja) * 1997-06-05 1998-12-22 Nippon Conlux Co Ltd 情報記録カードの種別判定方法および装置
US7493437B1 (en) * 2000-07-06 2009-02-17 Mcm Portfolio Llc Flashtoaster for reading several types of flash memory cards with or without a PC
US6738259B2 (en) * 2001-11-19 2004-05-18 Imation Corp. Apparatus supporting multiple memory card formats
US7475045B2 (en) * 2002-07-04 2009-01-06 Fujitsu Limited Transaction system and transaction terminal equipment
US20050023348A1 (en) * 2003-03-07 2005-02-03 Lucas Bennie E. Integrated circuit and magnetic stripe reader
US7004385B1 (en) 2003-04-01 2006-02-28 Diebold Self-Service Systems Division Of Diebold, Incorporated Currency dispensing ATM with RFID card reader
JP2005128680A (ja) * 2003-10-22 2005-05-19 Matsushita Electric Ind Co Ltd 紙幣識別装置
US7946477B1 (en) * 2004-03-31 2011-05-24 Diebold Self-Service Systems Division Of Diebold, Incorporated Automated banking machine with noncontact reading of card data
CN1989530A (zh) * 2004-05-25 2007-06-27 迪布尔特有限公司 现金分发自动银行机诊断系统和方法
US8157171B2 (en) * 2005-02-25 2012-04-17 Nidec Sankyo Corporation Information reading apparatus
US7669766B2 (en) * 2005-03-23 2010-03-02 Homayoun Ahmadi Multiple technology router for radio frequency identification (RFID) and barcode
US20070175983A1 (en) * 2006-01-19 2007-08-02 Klug John R Multifunction information card devices and methods
US7975912B2 (en) * 2007-12-07 2011-07-12 Dresser, Inc. Method and system for operating a hybrid card reader
WO2010097711A2 (en) * 2009-02-10 2010-09-02 Homeatm Apparatus and method for commercial transactions using a communication device
US10552809B2 (en) 2010-07-26 2020-02-04 Visa International Service Association Programmable card

Also Published As

Publication number Publication date
US8875994B2 (en) 2014-11-04
JP2013235557A (ja) 2013-11-21
EP2662841A3 (en) 2014-02-19
CN103390311A (zh) 2013-11-13
EP2662841A2 (en) 2013-11-13
AU2013200501A1 (en) 2013-11-28
BR302012005796S1 (pt) 2014-10-29
US20130299574A1 (en) 2013-11-14
MX2013001498A (es) 2013-11-22

Similar Documents

Publication Publication Date Title
AU2013217209B2 (en) Logistics methods for portable, mobile processing of lottery and contest tickets
US9652436B1 (en) Games, prizes, and entertainment for powered cards and devices
US8676685B2 (en) Method and apparatus for facilitating monetary and reward transactions and accounting in a gaming environment
US8955744B2 (en) Real time balance on card plastic
EP2628127B1 (en) Read head device with slot configured to reduce torque
US8583493B2 (en) Payment terminal using a mobile communication device, such as a mobile phone; a method of direct debit payment transaction
US20140295947A1 (en) System and method for integrated player tracking and cash access
US5704046A (en) System and method for conducting cashless transactions
US5641050A (en) Dispensing machine with data card scanner apparatus and enhanced features
JP5823574B2 (ja) 自動化装置用電子決済システム
AU2009279757B2 (en) Application currency code for dynamic currency conversion transactions with contactless consumer transaction payment device
US5557516A (en) System and method for conducting cashless transactions
CN101836216B (zh) 用于在普通业务期间与同一无线智能设备上的iso 14443-4和mifare*应用程序进行交互的方法、系统和计算机程序产品
US20190034913A1 (en) System and Method for Storing Credit on a Value Card or Cellular Phone Rather Than Accepting Coin Change
KR101668872B1 (ko) 결제 장치 이용의 인가를 위한 기술
US7080782B2 (en) Combined smartcard and magnetic-stripe card and reader and associated method
US6032859A (en) Method for processing debit purchase transactions using a counter-top terminal system
KR100731905B1 (ko) 지불 장치와 방법
KR100235531B1 (ko) 현금자동 취급장치에 있어서의 전자화폐의 취급방법
RU2373578C2 (ru) Универсальный киоск казино для наличных денег, билетов и карт, обладающих функцией эмитирования карт
US8025219B2 (en) Dual purpose card reader
US8403211B2 (en) System, program product and methods for retail activation and reload associated with partial authorization transactions
US20140100977A1 (en) Vending data communications systems
EP2924643A1 (en) Prepaid card exchange systems and associated methods
CA2585322C (en) Radio frequency identification purchase transactions

Legal Events

Date Code Title Description
B03A Publication of an application: publication of a patent application or of a certificate of addition of invention
B11A Dismissal acc. art.33 of ipl - examination not requested within 36 months of filing
B11Y Definitive dismissal acc. article 33 of ipl - extension of time limit for request of examination expired