BR102012006658A2 - colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo, e, cortador de base para uma colheitadeira - Google Patents

colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo, e, cortador de base para uma colheitadeira Download PDF

Info

Publication number
BR102012006658A2
BR102012006658A2 BRBR102012006658-0A BR102012006658A BR102012006658A2 BR 102012006658 A2 BR102012006658 A2 BR 102012006658A2 BR 102012006658 A BR102012006658 A BR 102012006658A BR 102012006658 A2 BR102012006658 A2 BR 102012006658A2
Authority
BR
Brazil
Prior art keywords
plate
axis
faces
harvester
base
Prior art date
Application number
BRBR102012006658-0A
Other languages
English (en)
Inventor
Michael L Hinds
Original Assignee
Deere & Co
Priority date (The priority date is an assumption and is not a legal conclusion. Google has not performed a legal analysis and makes no representation as to the accuracy of the date listed.)
Filing date
Publication date
Priority to US13/071,837 priority Critical patent/US8578688B2/en
Application filed by Deere & Co filed Critical Deere & Co
Publication of BR102012006658A2 publication Critical patent/BR102012006658A2/pt

Links

Classifications

    • AHUMAN NECESSITIES
    • A01AGRICULTURE; FORESTRY; ANIMAL HUSBANDRY; HUNTING; TRAPPING; FISHING
    • A01DHARVESTING; MOWING
    • A01D47/00Headers for topping of plants, e.g. stalks with ears
    • AHUMAN NECESSITIES
    • A01AGRICULTURE; FORESTRY; ANIMAL HUSBANDRY; HUNTING; TRAPPING; FISHING
    • A01DHARVESTING; MOWING
    • A01D45/00Harvesting of standing crops
    • A01D45/003Harvesting of standing crops of millet, sorghum
    • AHUMAN NECESSITIES
    • A01AGRICULTURE; FORESTRY; ANIMAL HUSBANDRY; HUNTING; TRAPPING; FISHING
    • A01DHARVESTING; MOWING
    • A01D45/00Harvesting of standing crops
    • A01D45/10Harvesting of standing crops of sugar cane

Abstract

COLHEITADEIRA PARA COLHER TALOS DE PLANTAS TIPO TALO, E, CORTADOR DE BASE PARA UMA COLHEITADEIRA. É descrita uma colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo. A colheitadeira inclui um chassi, pelo menos um dispositivo de propulsão em contato com o terreno conectado no chassi, e um conjunto cortador de base. O conjunto cortador de base é acoplado no chassi. O conjunto cortador de base inclui uma pluralidade de lâminas de corte e um par de chapas contrarrotativas. O par de chapas contrarrotativas inclui uma primeira chapa e uma segunda chapa, cada uma das quais tem pelo menos uma da pluralidade de lâminas de corte afixada na mesma. A primeira chapa gira em torno de um primeiro eixo. A primeira chapa tem pelo menos uma porção da mesma que estende-se em uma direção radial de maneira tal que a porção interfira na lâmina da segunda chapa, exceto a primeira chapa é deslocada em uma direção paralela ao dito primeiro eixo em relação á dita lâmina da dita segunda chapa.

Description

“COLHEITADEIRA PARA COLHER TALOS DE PLANTAS TIPO TALO, E, CORTADOR DE BASE PARA UMA COLHEITADEIRA”
A presente invenção diz respeito a colheitadeiras agrícolas e, mais particularmente, a colheitadeiras para a colheita de lavouras tipo talos.
FUNDAMENTOS DA INVENÇÃO Dois tipos conhecidos de lavouras tipo talos no mercado da América do Norte são cana de açúcar e sorgo. Outras lavouras tipo talo ou tipo cana de açúcar têm recebido atenção nos círculos de bioenergia, tal como miscanto, cana de energia e girassol gigante. Durante a colheita de cana de açúcar, é de conhecimento aparar o topo da planta cana de açúcar, cortando a porção superior da planta usando uma cabeça de corte separada e deixando que o topo da planta simplesmente caia no terreno.
Sorgo é um principal grão de cereal que é uma das mais antigas lavouras conhecidas e é usado como um alimento básico em muitas
r r
partes da Africa e Asia. Sorgo é uma principal lavoura de grãos de alimentação nos Estados Unidos, México, Argentina, Austrália e África do Sul. Acredita-se que sorgo foi introduzido nos Estados Unidos nos anos mil e setecentos, e alguns acreditam que Benjamin Flankin introduzir a primeira lavoura de sorgo em grão. A semente de sorgo em grão é a menor das principais lavouras de campo plantadas na primavera, tais como milho e soja.
Tanto cana de açúcar quanto sorgo são membros da família da grama. Cana de açúcar é nativa em regiões quentes, temperadas a tropicais, a cana tendo talos fibrosos unidos e vigorosos que são ricos em açúcar e medem seis a dezenove talos de altura (1,82 a 5,79 metros). Cana de açúcar é capaz de converter até dois porcento da energia solar incidente em biomassa. Uma vez que a cana de açúcar é plantada, um talo pode ser colhido diversas vezes. Depois de cada colheita, a cana brota novos talos denominados brotos. Cada sucessiva colheita produz um rendimento decrescente, eventualmente levando a uma operação de replantio. A colheita de cana de açúcar inclui o corte da cana na base do talo, remoção das folhas, picagem da cana em comprimentos consistentes, e deposição da cana em um dispositivo de transporte. A colheitadeira tipicamente sopra as folhas e joga-as de volta no terreno.
Máquinas de colheita de cana de açúcar utilizam um dispositivo de corte de base que é anexado na armação da máquina. Cortadores de base da tecnologia anterior não fornecem uma ação de retrocesso positivo no talo depois que ele é inicialmente cortado. O talo pode ser cortado múltiplas vezes antes que o movimento à frente da máquina colheitadeira force o talo para a superfície superior do disco de corte e é roteado para processamento posterior. Os múltiplos cortes no talo resultam na perda de material de lavoura que é deixado no campo e também causam dano por divisão no talo colhido à medida que ele vai sendo colidido múltiplas vezes pelas lâminas de corte. Adicionalmente, desenhos da tecnologia anterior têm uma abertura bem grande entre as chapas do cortador de base nas quais os talos cortados caem e são divididos longitudinalmente, deixando parte do talo no campo e uma porção bem danificada enviada para a máquina colheitadeira.
O que é necessário é um cortador de base que impele a extremidade cortada do talo sobre o topo da chapa depois que ele tiver sido cortado pela primeira vez e reduz a folga entre as chapas, de maneira a limitar danos nos talos cortados.
SUMÁRIO DA INVENÇÃO A invenção em uma forma está voltada para uma colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo. A colheitadeira inclui um chassi, pelo menos um dispositivo de propulsão de contato com o terreno conectado no chassi, e um conjunto cortador de base. O conjunto cortador de base é acoplado no chassi. O conjunto cortador de base inclui uma pluralidade de lâminas de corte e um par de chapas contrarrotativas. O par de chapas contrarrotativas inclui uma primeira chapa e uma segunda chapa, cada uma das quais tem pelo menos uma da pluralidade de lâminas de corte afixada na mesma. A primeira chapa gira em tomo de um primeiro eixo. A primeira chapa tem pelo menos uma porção da mesma que estende-se em uma direção radial de maneira tal que a porção interfira na lâmina da segunda chapa, exceto que a primeira chapa é deslocada em uma direção paralela ao dito primeiro eixo relativo à dita lâmina da dita segunda chapa.
DESCRIÇÃO RESUMIDA DOS DESENHOS Os recursos e vantagens supramencionados, e outros mais, desta invenção, e a maneira de consegui-los ficarão mais aparentes e a invenção será mais bem entendida pela referência à descrição seguinte de uma modalidade da invenção, considerada em conjunto com os desenhos anexos, em que:
A figura 1 é uma vista lateral de uma modalidade de uma colheitadeira agrícola da presente invenção, incluindo um conjunto cortador de base da presente invenção;
A figura 2 é uma vista de topo de um conjunto da tecnologia anterior de lâminas de cortador de base;
A figura 3 é uma vista seccional feita ao longo de 3-3 das lâminas do cortador de base da figura 2;
A figura 4 é uma vista de topo de uma modalidade das lâminas contrarrotativas do cortador de base da presente invenção; e
A figura 5 é uma vista lateral seccional transversal feita ao longo de 5-5 das lâminas do cortador de base da figura 4.
Caracteres de referência correspondentes indicam partes correspondentes nas diversas vistas. As exemplificações aqui apresentadas ilustram uma modalidade da invenção e tais exemplificações não devem ser interpretadas de maneira nenhuma como limitação do escopo da invenção. DESCRIÇÃO DETALHADA DA INVENÇÃO Referindo-se agora aos desenhos e, mais particularmente, à figura 1, está mostrada uma modalidade de uma máquina motriz agrícola na forma de uma colheitadeira 10 para a colheita de lavouras tipo talo. A colheitadeira 10 inclui uma subestrutura 12 com um sistema de propulsão de contato com o terreno 14 anexado na mesma. Uma armação 16 é conectada na subestrutura 12, que pode ser integral com ela e pode ser afixada permanentemente na mesma, ou pode ser móvel em relação a ela. A colheitadeira 10 inclui adicionalmente divisores de lavoura 18, um despontador 20, um extrator primário 22, um extrator secundário 24, um elevador 26 e uma seção de processamento de talo 28. O despontador 20 corta a porção superior da lavoura, tanto deixando que ela caia no terreno quanto movimentando-a para uma outra porção da máquina para processamento posterior. O extrator primário 22 sopra material folhoso mais leve da colheitadeira 10. O extrator secundário 24 fornece um outro fluxo de ar para remover material mais leve dos talos de lavoura processados. O elevador 26 move peças picadas de talos da porção principal da colheitadeira 10 para trás e em direção ao dispositivo de contenção de talos, tal como um vagão (não mostrado).
A seção de processamento de talos 28 inclui lâminas picadoras 30, rolos alimentadores 32, um rolo de alimentação superior 34, um rolo de
elevação de topo 36, um rolo de desmontagem 38 e um conjunto cortador de
\
base 40. A medida que a cana move-se para dentro da colheitadeira 10, o rolo de desmontagem 38 funciona para desmontar uma porção da cana antes de ela encontrar o conjunto cortador de base 40. Depois que a cana é cortada, então o rolo elevador de topo 36 levanta a extremidade de topo da cana de forma que ela possa ser encaixada no rolo de alimentação superior 34 e subsequentes
Λ
rolos de alimentação 32. A medida que a cana move-se ainda mais para a seção de processamento de talo 28, ela encontra lâminas picadoras 30 que picam o talo em comprimentos substancialmente uniformes e passa o material em direção ao extrator primário 22 à medida que ele continua deixar a colheitadeira 10 para ser depositado no vagão (não mostrado).
O conjunto cortador de base 40 inclui um primeiro cortador 42 e um segundo cortador 44, cada qual com respectivas pás rotativas 46 e 48. As pás rotativas 46 e 48 contrarrotacionam uma em relação à outra nos respectivos primeiro eixo 50 e segundo eixo 52.
Agora, referindo-se adicionalmente às figuras 2 e 3, estão ilustradas pás rotativas da tecnologia anterior 146 e 148 com lâminas 58 que estendem-se a partir das chapas 154 e 156. As lâminas 58 estendem-se a partir das chapas 154 e 156 e, com propósitos de folga, reentrâncias são incluídas 10 nas chapas 154 e 156 com lâminas 58 estendendo-se até o perímetro circular notado como linhas tracejadas. Como pode-se ver na figura 3, a extensão da chapa 154 deixa um espaço aberto com uma distância A mais o espaço da reentrância da chapa 156 até a chapa 154. A distância A é do perímetro externo efetivo da chapa 154 até o perímetro externo efetivo da chapa 156, 15 que também corresponde substancialmente a um comprimento exposto da lâmina 58.
Agora, adicionalmente referindo-se às figuras 4 e 5, a modalidade da presente invenção está mostrada em contraste com a tecnologia anterior supradiscutida. Aqui, lâminas rotativas 46 e 48 giram em 20 tomo dos eixos 50 e 52, e incluem primeira chapa 54, segunda chapa 56, e lâminas 58. A lâmina 58 estende-se de maneira tal que ela fique por baixo de uma porção da outra chapa à medida que ela gira próxima a ela. isto causa uma sobreposição efetiva, como ilustrado na figura 5, onde a distância efetiva entre a chapa 54 e a chapa 56 é a distância B. Como pode-se ver em 25 comparação com a tecnologia anterior, a distância B é substancialmente menor que a distância A.
Cada chapa 54 e 56 tem faces 60 que resultam da configuração das chapas 54 e 56. As faces 60 estendem-se radialmente dos eixos 50 e 52, respectivamente, que são paralelos a elas. Cada face 60 inclui uma base 62 e um pico 64. A base 62 é mais próxima dos respectivos eixos 50 e 52, enquanto o pico 64 é o mais distante, essas chapas 54 e 56 estendem-se respectivamente dos eixos 50 e 52. Existe uma transição suave 66 que estende-se da base 62 de uma face 60 até o pico 64 de uma face adjacente 60.
A transição suave 66 pode ser na forma de uma curva 66.
Como ilustrado, existe uma face 60 associada com cada lâmina 58, e cada face 60 pode ser posicionada em uma direção paralela aos respectivos eixos 50 e 52 acima das lâminas 58. Embora as faces 60 estejam ilustradas sendo associadas com cada lâmina 58, outras configurações são 10 também contempladas onde as faces 60 podem ser deslocadas dela e ser posicionadas em qualquer lugar em tomo das chapas 54 e 56. Adicionalmente, embora esteja ilustrada uma correspondência um para um entre as faces 60 e as pás 58, faces adicionais ou em uma menor quantidade são também contempladas. Ainda adicionalmente, é também contemplado que 15 as faces 60 podem ter uma forma e orientação diferentes daquelas que estão ilustradas.
As chapas 54 e 56 contrarrotacionam e são imagens especulares uma da outra, de forma que, à medida que um talo de planta tipo cana entra no conjunto cortador de base 40, as lâminas 58 encontram o talo, 20 cortam-no e as faces 60 encontram um lado do talo e puxam-no para cima e impedem que ele caia na folga entre lâminas e/ou chapas 54 e 56. Isto vantajosamente permite corte mais eficiente em que os talos só são cortados uma vez antes de ser depositados na superfície superior da chapa cortadeira 54 ou 56. Isto resulta em menos perda de rendimento e dano nos talos
colhidos, usando menos energia no processo.
\
A medida que as chapas 54 e 56 contrarrotacionam, o posicionamento das lâminas 58 é tal que elas fiquem intercaladas de uma maneira não conflitante de maneira tal que as lâminas 58 da chapa 54 não interfiram nas lâminas 58 da chapa 56. Adicionalmente, as faces 60 são orientadas de maneira tal que elas também fiquem intercaladas de forma que, à medida que a face 60 passa pela outra chapa, ela fique substancialmente equidistante das faces mais adjacentes na outra chapa. Este entrelaçamento também contribui para reduzir a quantidade de espaço livre para os talos caírem de volta em direção ao terreno uma vez que os talos sejam cortados pelas lâminas 58.
Embora esta invenção tenha sido descrita com relação a pelo menos uma modalidade, a presente invenção pode ser adicionalmente modificada dentro do espírito e escopo desta revelação. Este pedido deve, portanto, cobrir qualquer variação, uso ou adaptação da invenção usando seus princípios gerais. Adicionalmente, este pedido visa cobrir tais desvios da presente revelação que fiquem dentro da prática conhecida ou usual da tecnologia à qual esta invenção diz respeito e que se enquadrem nos limites das reivindicações anexas.

Claims (20)

1. Colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo, caracterizada pelo fato de que a dita colheitadeira compreende: um chassi; pelo menos um dispositivo de propulsão de contato com o terreno conectado no dito chassi; e um conjunto cortador de base acoplado no dito chassi, o dito conjunto cortador de base incluindo: uma pluralidade de lâminas de corte; e um par de chapas contrarrotativas incluindo uma primeira chapa e uma segunda chapa, cada uma das quais tem pelo menos uma da dita pluralidade de lâminas de corte afixada na mesma, a dita primeira chapa girando em tomo de um primeiro eixo, a dita primeira chapa tendo pelo menos uma porção que estende-se em uma direção radial de maneira tal que a dita porção interfira na dita lâmina da dita segunda chapa, exceto que a dita primeira chapa é deslocada em uma direção paralela ao dito primeiro eixo.
2. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 1, caracterizada pelo fato de que a dita primeira chapa tem pelo menos uma face associada com a dita pelo menos uma porção, a dita face sendo substancialmente orientada paralela ao dito primeiro eixo à medida que ela estende-se radialmente a partir do dito primeiro eixo.
3. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 2, caracterizada pelo fato de que a dita primeira chapa e a dita segunda chapa são imagens substancialmente especulares uma da outra.
4. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 3, caracterizada pelo fato de que a dita pelo menos uma face da dita primeira chapa é uma pluralidade de faces, a dita primeira chapa tendo um número predeterminado da dita pluralidade de lâminas de corte conectada na mesma, a dita pluralidade de faces correspondendo ao dito número predeterminado.
5. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 4, caracterizada pelo fato de que cada das ditas faces fica localizada acima de uma correspondente da dita pluralidade de lâminas na dita direção.
6. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 4, caracterizada pelo fato de que cada uma das ditas faces tem uma base e um pico, a dita base sendo a porção mais próxima da dita face do dito eixo, o dito pico sendo a porção mais afastada da dita face do dito eixo.
7. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 6, caracterizada pelo fato de que a dita pluralidade de faces inclui uma primeira face e uma segunda face, a dita base da dita primeira face estendendo-se até o dito pico da dita segunda face em uma transição suave da dita primeira chapa.
8. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 7, caracterizada pelo fato de que a dita transição suave é uma curva.
9. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 1, caracterizada pelo fato de que a dita primeira chapa e a dita segunda chapa têm uma pluralidade de faces, cada uma da dita pluralidade de faces da dita primeira chapa sendo substancialmente orientada paralela ao dito primeiro eixo à medida que cada face da dita primeira chapa estende-se radialmente a partir do dito primeiro eixo, cada da dita pluralidade de faces da dita segunda chapa sendo substancialmente orientada paralela a um segundo eixo à medida que cada face estende-se radialmente a partir do dito segundo eixo.
10. Colheitadeira, de acordo com a reivindicação 9, caracterizada pelo fato de que a dita primeira chapa e a dita segunda chapa respectivamente giram em tomo do dito primeiro eixo e do dito segundo eixo em direções contrarrotativas às ditas faces da dita primeira chapa, e as ditas faces da dita segunda chapa são posicionadas para entrelaçar uma com a outra à medida que elas se aproximam uma da outra.
11. Cortador de base para uma colheitadeira usada para a colheita de talos de plantas tipo talo, caracterizado pelo fato de que a dita colheitadeira compreende: uma pluralidade de lâminas de corte; e um par de chapas contrarrotativas incluindo uma primeira chapa e uma segunda chapa, cada uma das quais tem pelo menos uma da dita pluralidade de lâminas de corte afixada na mesma, a dita primeira chapa girando em tomo de um primeiro eixo, a dita primeira chapa tendo pelo menos uma porção que estende-se em uma direção radial de maneira tal que a dita porção interfira na dita lâmina da dita segunda chapa, exceto que a dita primeira chapa é deslocada em uma direção paralela ao dito primeiro eixo.
12. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 11, caracterizado pelo fato de que a dita primeira chapa tem pelo menos uma face associada com a dita pelo menos uma porção, a dita face sendo substancialmente orientada paralela ao dito primeiro eixo à medida que ela estende-se radialmente a partir do dito primeiro eixo.
13. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 12, caracterizado pelo fato de que a dita primeira chapa e a dita segunda chapa são imagens substancialmente especulares uma da outra.
14. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 13, caracterizado pelo fato de que a dita pelo menos uma face da dita primeira chapa é uma pluralidade de faces, a dita primeira chapa tendo um número predeterminado da dita pluralidade de lâminas de corte conectada na mesma, a dita pluralidade de faces correspondendo ao dito número predeterminado.
15. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 14, caracterizado pelo fato de que cada uma das ditas faces fica localizada acima de uma correspondente da dita pluralidade de lâminas na dita direção.
16. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 14, caracterizado pelo fato de que cada uma das ditas faces tem uma base e um pico, a dita base sendo a porção mais próxima da dita face do dito eixo, o dito pico sendo a porção mais afastada da dita face do dito eixo.
17. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 16, caracterizado pelo fato de que a dita pluralidade de faces inclui uma primeira face e uma segunda face, a dita base da dita primeira face estendendo-se até o dito pico da dita segunda face em uma transição suave da dita primeira chapa.
18. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 17, caracterizado pelo fato de que a dita transição suave é uma curva.
19. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 11, caracterizado pelo fato de que a dita primeira chapa e a dita segunda chapa têm uma pluralidade de faces, cada uma da dita pluralidade de faces da dita primeira chapa sendo substancialmente orientada paralela ao dito primeiro eixo à medida que cada face da dita primeira chapa estende-se radialmente a partir do dito primeiro eixo, cada uma da dita pluralidade de faces da dita segunda chapa sendo substancialmente orientada paralela a um segundo eixo à medida que cada face estende-se radialmente a partir do dito segundo eixo.
20. Cortador de base, de acordo com a reivindicação 19, caracterizado pelo fato de que à medida que a dita primeira chapa e a dita segunda chapa respectivamente giram em tomo do dito primeiro eixo e do dito segundo eixo em direções contrarrotativas as ditas faces da dita primeira chapa e as ditas faces da dita segunda chapa são posicionadas para entrelaçar uma com a outra à medida que elas se aproximam uma da outra.
BRBR102012006658-0A 2011-03-25 2012-03-23 colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo, e, cortador de base para uma colheitadeira BR102012006658A2 (pt)

Priority Applications (1)

Application Number Priority Date Filing Date Title
US13/071,837 US8578688B2 (en) 2011-03-25 2011-03-25 Basecutter for a harvester

Publications (1)

Publication Number Publication Date
BR102012006658A2 true BR102012006658A2 (pt) 2013-06-04

Family

ID=46853508

Family Applications (1)

Application Number Title Priority Date Filing Date
BRBR102012006658-0A BR102012006658A2 (pt) 2011-03-25 2012-03-23 colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo, e, cortador de base para uma colheitadeira

Country Status (4)

Country Link
US (1) US8578688B2 (pt)
CN (1) CN102687622A (pt)
AU (1) AU2012201679A1 (pt)
BR (1) BR102012006658A2 (pt)

Families Citing this family (8)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
US8452501B1 (en) * 2011-11-09 2013-05-28 Trimble Navigation Limited Sugar cane harvester automatic cutter height control
US8984850B2 (en) * 2012-12-20 2015-03-24 Cnh Industrial America Llc Row insensitive biomass harvesting and billeting system and method
US9668415B2 (en) * 2013-12-30 2017-06-06 Cnh Industrial America Llc Basecutter blade control for a cane harvester
US20160366822A1 (en) * 2015-06-16 2016-12-22 Don Rillo Teko Base Cutter Blade
CN106304953B (zh) * 2016-08-23 2019-01-29 浙江大学 一种甘蔗收获机压紧式剥叶装置
CN106385956A (zh) * 2016-11-16 2017-02-15 谢化忠 一种平地装置以及平地机
US10375887B2 (en) 2016-12-22 2019-08-13 Deere & Company Synchronizer for sugarcane knockdown roller
BR102017015754A2 (pt) 2017-07-21 2018-01-16 Indústrias Reunidas Colombo Ltda Alimentador autoajustável para colheitadeiras de cana-de-açúcar

Family Cites Families (26)

* Cited by examiner, † Cited by third party
Publication number Priority date Publication date Assignee Title
US1729280A (en) * 1927-10-31 1929-09-24 Tiedemann Eugene Corn-binder cutting mechanism
US1779020A (en) * 1928-07-10 1930-10-21 Joe F Swint Stalk cutter
US2532174A (en) * 1946-10-25 1950-11-28 Edgar M Lieberman Mower
US2588764A (en) * 1947-12-11 1952-03-11 Ralph R Richmond Vegetable harvester
GB1125605A (en) * 1964-09-28 1968-08-28 Massey Ferguson Australia Ltd Improvements in or relating to harvesters
US3507102A (en) * 1967-05-25 1970-04-21 Sperry Rand Corp Rotary mower drive
US3555798A (en) * 1967-09-02 1971-01-19 Welger Geb Mowing apparatus
US3604189A (en) * 1969-09-18 1971-09-14 Sperry Rand Corp Knife mounting on a rotary mower
US3673779A (en) * 1970-04-23 1972-07-04 Int Harvester Co Harvesting machine
US3654751A (en) * 1971-02-12 1972-04-11 Aquitaine Petrole Cutting apparatus for corn detasseling and soybean harvesting
US3772864A (en) * 1973-03-05 1973-11-20 Cane Machinery Engineering Co Sugar cane topping cutter and selective cut top director
NL7510687A (nl) * 1975-09-11 1977-03-15 Lely Nv C Van Der Maaimachine.
GB2081567B (en) * 1980-08-14 1984-07-25 Nat Res Dev Conveying crop
US4292790A (en) * 1980-09-18 1981-10-06 Mathews B C Blade arrangement for multiple rotor mowers
US4487003A (en) * 1983-03-02 1984-12-11 Mathews B C Multiple rotor mowers
US4512141A (en) * 1983-08-26 1985-04-23 Mathews B C Drum mowers having spring mounted flat blades
FR2715267B1 (fr) * 1994-01-27 1996-04-12 Kuhn Sa Device intended to be combined with a disc bar for chopping and / or grinding plants. Disc bar cutting machine equipped with such a device.
DE4442164C2 (de) * 1994-03-22 1999-06-10 Claas Saulgau Gmbh Mähvorrichtung für stengeliges Halmgut
DE59506580D1 (de) * 1994-11-18 1999-09-16 Claas Saulgau Gmbh Schneid- u. Förderwerk für stengelige Erntegüter
AUPO359796A0 (en) * 1996-11-12 1996-12-05 Bird, Ronald George Cutter apparatus
US5901538A (en) * 1997-07-08 1999-05-11 Vohl Inc. Brush felling head
CN2917236Y (zh) * 2006-03-16 2007-07-04 柳州市汉森机械制造有限公司 甘蔗收割机的切断装置
BRPI0718357A2 (pt) * 2006-12-11 2013-11-12 Cannavan Cane Technology Pty Ltd '' conjunto de mecanismo de corte para uma ceifadeira de cana-de-açucar e conjunto de mecanismo de elevação para elevação de toletes de cana-de-açucar''
CN100584190C (zh) * 2008-06-03 2010-01-27 卢志乐 一种甘蔗收割机用切割机构
CN201418277Y (zh) * 2009-04-23 2010-03-10 西安理工大学 农用收割装置
CN201467693U (zh) * 2009-06-10 2010-05-19 韦政康 甘蔗收割机切断刀

Also Published As

Publication number Publication date
CN102687622A (zh) 2012-09-26
AU2012201679A1 (en) 2012-10-11
US8578688B2 (en) 2013-11-12
US20120240544A1 (en) 2012-09-27

Similar Documents

Publication Publication Date Title
BR102012006658A2 (pt) colheitadeira para colher talos de plantas tipo talo, e, cortador de base para uma colheitadeira
RU2577893C2 (ru) Модульный сельскохозяйственный режущий блок для рабочей машины
US8230669B2 (en) Basecutter assembly for a cane harvester
BRPI1107149A2 (pt) colheitadeira , e, seÇço de processamento de talo de uma colheitadeira
BRPI1104220B1 (pt) Ponteira colhedora de milho
US20100313539A1 (en) Chopper Assembly For A Harvesting Implement
US20120110969A1 (en) Topper For A Cane Harvester
CA2998033A1 (en) Device for harvesting of stalk material
US8117811B1 (en) Cutter system for a header of a forage harvester
RU2466526C2 (ru) Адаптер уборочной машины для уборки зерновых культур, в частности кукурузы
RU2340157C1 (ru) Машина для уборки рядковых культур, преимущественно сои
CN204305641U (zh) 一种甘蔗收获机及其攫取式甘蔗切段装置
BR102016023455A2 (pt) cabeça de debulha de milho não sensível a fileira
US8187064B2 (en) Combine chopper with overload protection
Hanumantharaju et al. Comparison study of prototype thresher with different methods of threshing whole crop finger millet
CN106508313A (zh) 一种牧草切碎装置
RU72115U1 (ru) Шнек-мотовило специализированной жатки для уборки подсолнечника
BR102019015775A2 (pt) Rolo picador e conjunto picador para uma máquina agrícola e máquina colhedora de plantas altas e cauleosas
US10159189B2 (en) Stalk conditioner for a header of an agricultural combine
BR102019016379A2 (pt) disposição introduzida em triturador agrícola
CN105123095B (zh) 带茎秆切碎器的联合收割机
CN103875359B (zh) 立式玉米收获机
Naik et al. Effect of crop and machine parameters on performance of paddy thresher
BR102014031985B1 (pt) colhedora de forragem multifuncional para multiculturas
BR102015021852A2 (pt) plataforma para uma máquina de colher e colheitadeira

Legal Events

Date Code Title Description
B03A Publication of a patent application or of a certificate of addition of invention [chapter 3.1 patent gazette]
B08F Application fees: application dismissed [chapter 8.6 patent gazette]
B08K Patent lapsed as no evidence of payment of the annual fee has been furnished to inpi [chapter 8.11 patent gazette]